Dramático! Com gols no fim, Aston Villa empata com West Ham e permanece na elite
Foto: Divulgação/Aston Villa FC

Foi à base de muito sofrimento e tensão até o fim, mas a meta foi atingida. Na tarde deste domingo (26), em jogo disputado no London Stadium, em Londres, West Ham e Aston Villa mediram forças pela 38ª e última rodada da Premier League.

O drama tomou conta de toda a partida, principalmente pelo Villa correr riscos sérios de rebaixamento, com base na pontuação definida por um desempenho muito aquém das expectativas. E, para o time de Birmingham, o resultado foi satisfatório. As equipes ficaram no empate em 1 a 1. Grealish marcou ao Villa, enquanto Yarmolenko igualou o marcador aos Hammers.

Considerado um dos fortes candidatos a serem rebaixados para a segunda divisão inglesa, o Aston Villa passou muitas dificuldades na Premier League, em sua primeira temporada após a promoção da Championship, ficando a maior parte do campeonato na zona de rebaixamento ou poucos pontos distante do Z-3, entretanto conseguiram reagir nas rodadas após a paralisação por conta da Covid-19 e se salvaram do rebaixamento.

Para que o time de Birmingham ficasse na primeira divisão, eles poderiam vencer o jogo e torcer para o Watford não ganhar por um placar elástico, empatar, com tanto que Watford e Bournemouth não vencessem os seus jogos, ou até perder, porem torcendo pelo mesmo resultado dos outros dois times na briga. Como o West Ham já não brigava por mais nada no campeonato, quem ofereceu mais perigo foi o Villa, apesar de a equipe de Londres ficar a maior parte do tempo com a posse da bola.

O técnico Dean Smith colocou um time considerado ofensivo, tendo o brasileiro, Douglas Luiz como primeiro volante, perdendo no poder de marcação, porem ganhando na saída de jogo e na qualidade do passe. Como já era esperado, o jogo dos mandantes foi focado na estrela do time, Jack Grealish, que foi o ponto fora da curva do elenco na temporada, liderando os seus companheiros para vitórias que muitas vezes pareciam difíceis de acontecer.

No primeiro tempo, poucas chances foram criadas e os dois times preferiram tocar a bola, sem sofrer sustos, por isso o West Ham foi para o intervalo  com a posse maior, mas com um número de finalizações baixo.

David Moyes tentou mandar o time para frente, colocando Haller e Yarmolenko no time, porém o resultado foi o mesmo do primeiro tempo e as duas equipes estavam contentes com o placar igual.

A situação estava confortável para os dois times, pois um empate nao era mau para nenhum dos dois, principalmente para os mandantes. Entretanto, aos 39 do segundo tempo, o camisa 10, Grealish, marcou para o Aston Villa e praticamente garantiu a permanência na primeira divisão, porém, um minuto depois, Yarmolenko empatou para os visitantes, tirando a folga que o time local havia construído. O Villa precisava segurar o placar por cinco minutos mais acréscimos e foi isso que aconteceu, pois a equipe visitante somente não queria perder o jogo, deixando a bola com os mandantes até o apito final.

O Aston Villa termina o campeonato na 16ª colocação, com 35 pontos, somente um a mais do primeiro rebaixado Watford. Já a equipe londrina encerra na 15ª posição, com 38 pontos. É certo que as duas equipes precisaram se reforçar em varias posições, caso não queiram sofrer com o risco do rebaixamento na próxima temporada.

VAVEL Logo