Getafe perde pênalti, Internazionale é decisiva e avança às quartas da Europa League
Foto: Divulgação/Internazionale

A Internazionale garantiu sua vaga nas quartas de final da Europa League. Os Nerazzurri derrotaram o Getafe por 2 a 0, em Veltins-Arena, casa do Schalke 04, nesta quinta-feira (6). Lukaku e Eriksen fizeram os gols, um em cada tempo. Agora, o time italiano aguarda o adversário que irá sair do confronto entre Bayer Leverkusen e Rangers. 

Devido à pandemia da Covid-19, a competição havia sido suspensa antes dos times disputarem o jogo de ida Por esse motivo, a Uefa que  este encontro seria jogo único. Em clima de decisão, o Geta incomodou nos minutos iniciais. Maksimovic recebeu lançamento, desviou de cabeça e obrigou o goleiro Handanovic  a trabalhar. Aos 17', Mata é acionado livre na área. Ele levou ajeitou com a direita e bateu com a canhota, mas em cima da zaga. Os Azulones buscaram o gol desde o apito, dando sete finalizações contra zero do adversário.

No entanto, a supremacia não durou por muito. A Inter despertou sete minutos depois e começou alugar o campo defensivo dos espanhóis. Soria precisou intervir em três ocasiões, mas não conseguiu evitar o gol, aos 32.  Bastoni alçou Lukaku de forma espetacular. O belga conseguiu proteger no meio de dois e finalizou cruzado.

A equipe de Conte voltou para o segundo tempo ligada. Após escanteio, D'Ambrosio bateu de voleio na segunda trave. O goleiro caiu para espalma, cedendo rebote, mas Godín carimbou a marcação. O Geta não se intimidou e seguia com o peito aberto ao ataque. Em uma das oportunidades, Ángel Rodríguez rolou para Mata, que foi desarmado. Arambarri aproveitou e emendou de primeira por cima do gol.  Aos 66', Nyom cruzou com perigo pela direita. Mata cabeceou no alto, Handanovic, meio atrapalhado, socou para fora. 

Logo em seguida, o VAR deu as caras. O Geta levantou na área, Godín subiu com os braços levantados, a bola bateu na mão. O juiz de campo conferiu no monitor e assinalou penalidade máxima. Molina tentou buscar o canto, exagerou demais e desperdiçou grande chance ao mandar para fora. Nada é mais certo ao dizer que quem não faz leva. Aos 83', Eriksen, que entrou no decorrer no segundo tempo, abriu com D'Ambrosio.  O lateral colocou na área, a zaga rebateu mal, dinamarquês teve apenas o trabalho de escorar.

VAVEL Logo