Em ação contra racismo, times da Premier League vão usar mensagem de conscientização nas camisas
Foto: Divulgação/Premier League 

A Premier League anunciou nesta quinta-feira (10), uma medida importante e inédita para luta contra o racismo. Os capitães das vinte equipes presentes no Campeonato Inglês da temporada 2020-21, concordaram em estampar nas mangas de jogadores e da arbitragem o emblema que trará a seguinte mensagem: "No room for racism" ("Sem espaço para racismo"). Vale lembrar que a Liga volta neste sábado (12) em partida inaugural entre Fulham e Arsenal.

A atitude é inspirada pelo protagonismo que tomou a iniciativa feita na volta do campeonato após a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus, em que o nome dos atletas nas camisas cedeu lugar a mensagem "Vidas negras importam" ("Black Lives Matter"). O objetivo do emblema, segundo a Premier League, é passar a mensagem e demonstrar o compromisso entre a arbitragem e demais profissionais em erradicar o racismo.

"Nós, nossos clubes, jogadores e árbitros temos um compromisso de longa data com o combate à discriminação. Os jogadores têm, com razão, uma voz forte sobre este assunto, o que vimos na temporada passada. Continuamos a falar e ouvir os jogadores sobre este assunto e iremos apoiá-los, bem como continuar a enfatizar a posição da Premier League contra o racismo. A discriminação em qualquer forma, em qualquer lugar, é totalmente inaceitável e o "No Room For Racism" torna clara nossa postura de tolerância zero. Não vamos ficar parados nesta questão importante e vamos continuar a trabalhar com os nossos clubes, jogadores e parceiros para resolver todos os comportamentos preconceituosos", afirmou o CEO da Premier League, Richard Masters.

A liga informou que dará total apoio aos jogadores que decidirem se ajoelhar antes do início das partidas. Esse ato se tornou simbólico em meados do ano de 2017, quando o atleta da NFL (liga de futebol americano dos Estados Unidos), Colin Kaepernick realizou durante o hino nacional dos EUA, em formato de protesto à violência contra os negros, sendo copiado em sequência por outros profissionais esportistas em apoio à luta anti-racista.

A Premier League 2020-21 volta neste sábado (12), com o duelo entre Fulham e Arsenal, às 8h30, no Craven Cottage. A dupla de Manchester, City e United tiveram seus jogos adiados contra, respectivamente, Aston Villa e Burnley. O atual campeão, o Liverpool estreia, também no sábado, às 13h30, contra o recém promovido a primeira divisão Leeds, comandado pelo técnico Marcelo Bielsa.

VAVEL Logo