Com três bolas na trave, Verona e Roma não saem do zero na Serie A 
Verona e Roma ficaram no 0 a 0 (Serie A/Divulgação)

Serie A (Campeonato Italiano) 2020-21 começou neste sábado (19) para Verona e Roma. Nem uma das equipes conseguiu movimentar o placar, mas não se pode reclamar da qualidade técnica dos times. O jogo, movimentado, acabou 0 a 0 no Marcantonio Bentegodi.

A Roma teve vantagem em boa parte das estatísticas: 61% de posse de bola e 21 chutes ao gol - contra oito do rival. Na eficiência, porém, o Verona correspondeu: foram três chutes certos - apenas um a menos que o da Roma.

Se os números não mostraram muito equilíbrio, as equipes estavam espelhadas em campo. Com ambas postadas no 3-4-2-1, a Roma viu Mkhitaryan, centroavante do time, recuar muito até o meio campo, abrindo espaço para os pontas e meias avançarem. Quem teve trabalho (e cumpriu bem o papel) foi o sistema defensivo veronês. 

Eficiência

A eficiência do Verona já foi citada, mas ela foi ainda mais latente no primeiro tempo. No período, a Roma teve 62% de posse de bola e catorze chutes ao gol - contra três do rival. Certos, porém, a Loba "ganhou" por "apenas" uma finalização: três contra dois.

A primeira chance da peleja, porém, só veio aos 24 minutos. Andrea Danzi aproveitou bola viva na área e chutou à esquerda do gol romanista. Cinco minutos depois, foi a vez de Lubomir Tupta finalizar já dentro da área, mas ver Antonio Mirante fazer boa defesa. 

A Roma apareceu com perigo pela primeira vez aos 34 minutos. Pedro apareceu no lado direito e chutou cruzado, à esquerda de Marco Silvestri. O goleiro do Verona, aos 39, fez um milagre em finalização forte de Henrikh Mkhitaryan na área. 

No final da primeira etapa, o Verona chegou novamente. Adrien Tameze recebeu de Davide Faraoni e encheu o pé na área. Após Mirante espalmar, a bola chegou a tocar no travessão.

Equilíbrio

Se o primeiro tempo teve a Roma tendo dificuldades para concretizar os bons números apresentados, a Loba teve mais chances na segunda etapa. Não sem antes passar por um susto. Aos 13, Samuel Di Carmine recebeu de Faraoni no comando do ataque e chutou forte, mas alto demais.

A Roma teve boa sequência de chances para abrir o placar, mas desperdiçou ambas. Aos 19, Lorenzo Pellegrini foi acionado por Jordan Veretout na área e finalizou para boa defesa de Silvestri. Três minutos depois, após chute de Leonardo Spinazzola, Mkhitaryan desperdiça o rebote na pequena área. 

No final da peleja, o Verona cresceu. Com 37, Federico Dimarco recebeu de Matteo Lovato e chutou forte. Novamente a bola beijou o travessão. A trave superior, mais uma vez, impediu o tento aos 41 minutos - mas da Roma. Spinazzola foi lançado por Amadou Diawara e chutou alto demais.

Classificação e próximos jogos

Na próxima rodada da Serie A, o Verona recebe a Udinese, no próximo domingo (27), às 10h (Horário de Brasília). No mesmo dia, mas às 15h45 (Horário de Brasília), a Roma encara a Juventus em casa.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo