Em jogo de seis gols, Sevilla confirma favoritismo e derrota Celta na estreia de Coudet
Foto: Divulgação/Sevilla FC

Ex-técnico do Internacional, o argentino Eduardo Coudet iniciou sua trajetória na Europa com derrota. Neste sábado (21), o Celta foi ao Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán e levou 4 a 2 do Sevilla.

O debut de Coudet aconteceu 12 dias após ele deixar o clube gaúcho. Substituto de Óscar García, ele promoveu mudanças na equipe titular mas não conseguiu fazer o time deixar a incômoda zona de rebaixamento do Campeonato Espanhol e ainda pode terminar a rodada na lanterna. O argentino sequer pôde ficar no banco porque ainda precisa resolver detalhes burocráticos da licença de treinador.

A qualidade técnica do Sevilla e o trabalho de longo prazo de Julen Lopetegui fizeram a diferença no confronto. Com isso, o atual campeão da Liga Europa alcançou 13 pontos e ocupa a sétima posição.

Foto: Divulgação/Sevilla FC
Foto: Divulgação/Sevilla FC

O início do Sevilla foi avassalador, criando cinco chances de gol em sete minutos, inclusive o gol marcado por Koundé, que surgiu em jogada ensaiada de escanteio. Apesar de se arriscar bastante no ataque, este foi o primeiro dele na atual temporada de LaLiga. O goleiro Blanco ainda evitou um placar mais elástico ao defender bolas de En-Nesyri e Ocampos.

Apesar da pressão inicial, o Celta empatou logo na primeira finalização, aos 10 minutos, e ainda contou com a generosidade do goleiro Vaclik, que soltou uma bola no meio da área e ela caiu no pé de Iago Aspas. Maior artilheiro da história do clube, o espanhol não balançava as redes desde maio.

Foto: Divulgação/RC Celta
Foto: Divulgação/RC Celta

Ambas as equipes foram forçadas a fazerem substituições no primeiro tempo. A mudança do Sevilla foi na lateral esquerda, trocando Acuña por Escudero. Minutos mais tarde, Aidoo caiu sozinho, esticou a perna direita e deu um soco no gramado, indignado com a lesão. Coudet colocou em campo o mexicano Néstor Araujo.

Vaclik cortou parcialmente o cruzamento, a defesa não afastou e Nolito pegou o rebote para virar o jogo. O centroavante quase ampliou nos acréscimos. Ele invadiu a área pela esquerda, bateu de chapa e Vaclik espalmou para escanteio.

A vitória tiraria o Celta da zona de rebaixamento, mas a alegria durou apenas 13 minutos porque praticamente no último minuto Navas avançou pela direita e cruzou na cabeça de En-Nesyri, que deixou tudo igual. 

Sevilla deslanchou no fim

O ritmo do jogo caiu na etapa final e virou praticamente um ataque contra defesa. O Sevilla teve boa chance em cobrança de falta de Jordán, mas Blanco desviou para escanteio. O Celta recuou, parecendo satisfeito em levar um ponto para casa, e apostou nos contra-ataques, obrigando Vaclik a fazer boas defesas em tentativas de Brais Méndez e Iago Aspas.

A estratégia de Eduardo Coudet deu certo até os 40 minutos. Na reta final da partida o volume do Sevilla deu resultado com gols de dois jogadores que saíram do banco de reservas. O primeiro foi de Sergio Escudero, um chute de fora da área que desviou em Tapia antes de entrar. Mais tarde Munir completou o placar de canhota, em jogada de velocidade, sem chances para Blanco.

Foto: Divulgação/Sevilla FC
Foto: Divulgação/Sevilla FC

Classificação e próximos jogos

Com apenas uma vitória em 10 jogos na atual temporada de LaLiga, o Celta está em penúltimo lugar na tabela, com sete pontos. O time ainda pode ser ultrapassado pelo Valladolid, que neste domingo (22) visita o Granada. O time alvirrubro, aliás, é o adversário do Celta na 11ª rodada. O confronto será no domingo (29) em Vigo.

Enquanto isso o Sevilla dá uma pausa no Campeonato Espanhol e prepara as malas rumo à Rússia, onde na terça-feira (24) encara o Krasnodar pelo grupo E da UEFA Champions League.

VAVEL Logo