Monaco atropela Nancy e mantém perseguição pela liderança da Ligue 1

Com dois gols de Falcão García e outro do brasileiro Fabinho, o Monaco não tomou conhecimento do Nancy e aplicou sonoros 6 a 0, mantendo a luta pela ponta da tabela

Monaco atropela Nancy e mantém perseguição pela liderança da Ligue 1
Foto: Getty Images
Monaco
6 0
Nancy-Lorraine
Monaco: Subasic; Mendy, Jemerson, Raggi, Sidibé; Lemar, Bakayoko, Fabinho, Bernardo Silva (Jean); Germain (Mbappe Lottin), Falcão García (Carrillo). Técnico: Leonardo Jardim
Nancy-Lorraine: N'Dy Assembé; Cétout, Chrétien (Cabaco), Lenglet, Badila; Robic (Hadji), Guidileye (Marchetti), Pedretti, Puyo; Dia, Mandanne. Técnico: Pablo Correa
Placar: 1-0, min. 25, Falcão García. 2-0, min. 20, Falcão García. 3-0, min. 65 Mbappe Lottin. 4-0, min. 87, Carrillo, 5-0, min. 90, Fabinho. 6-0, min. 90+2, Carrillo.
ÁRBITRO: Francois Letexier (FRA). Amarelo: Badila
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 12ª rodada da Ligue 1 2016/17, realizado no Stade Louis II, em Mônaco

Brigando pela ponta da tabela, o Monaco não tomou reconhecimento do vice-lanterna Nancy-Lorraine e aplicou uma goleada de 6 a 0, jogando no Stade Louis II, em partida válida pela 12ª rodada da Ligue 1. A equipe do principado contou com dois gols de Falcão García e Guido Carrillo e outros de Mbappe Lottin e Fabinho para fechar o elástico placar.

Com a vitória, o Monaco continua sua perseguição pela liderança da Ligue 1. O clube do principado está na segunda posição, com 26 pontos, três atrás do líder Nice, que possui um jogo a menos. Já o Nancy-Lorraine perdeu uma ótima oportunidade de se afastar da zona de rebaixamento, pois a derrota mantém o clube na penúltima posição, com um jogo a mais em relação ao último colocado, Lorient, que pode empurrar o Nancy para a lanterna ainda nesta rodada. 

Na próxima rodada, após os jogos do calendário Fifa, o Monaco irá enfrentar o Lorient, fora de casa, pela 13ª rodada da Ligue 1, no dia 18. Já o Nancy-Lorraine, vai jogar em casa contra o Dijon, no dia 19.

Monaco domina primeiro tempo e sai com vantagem de dois gols de Falcao García

Após o apito inicial da partida, ficou clara as intenções de ambas equipes. Apesar de precisar vencer para sair da zona de rebaixamento, o Nancy-Lorraine jogou  apenas para se defender, tomando poucas iniciativas de ataque durante os primeiros 45 minutos. Visto isso, o Monaco, que também precisava muito da vitória para manter a perseguição ao líder Nice, atacou firmemente seu adversário.

Pressionando o Nancy no campo defensivo, não demorou para que a equipe do principado abrisse o placar. Aos 25 minutos, após escanteio vindo da ponta direita,  cobrado por Thomas Lemar, ninguém da defesa do time visitante afastou, Falcão García sem querer chutou de perna esquerda no travessão e lá estava o colombiano para completar ao gol de cabeça após o rebote, abrindo o placar para o Monaco.

Logo depois do primeiro gol, a porteira do goleiro N'Dy Assembé abriu, saindo o segundo, de pênalti. O meio campista Diallo Guidileye derrubou Fabinho dentro da área, Falcão García bateu firme de perna direita no canto esquerdo, deslocando o arqueiro do Nancy.

Monaco mantém superioridade, não diminui intensidade e aplica goleada

No segundo tempo, o Monaco conseguiu manter a sua superioridade ante o Nancy-Lorraine. O clube do principado atacou seu adversário de todos os jeitos, mas as conclusões das jogadas não eram eficientes. O goleiro N'Dy Assembé também salvou diversas sua equipe, que não correspondia com jogadas de perigo ao gol de Danijel Subasic.

A goleada demorou para ter forma mas teve. Aos 65 minutos, saiu o terceiro gol. Após Tiemoue Bakayoko ter recebido na ponta esquerda um lançamento preciso vindo do meio campo, o jogador cruzou rasteiro na área, Falcão García adiantou a marcação, chutou mas o goleiro do Nancy-Lorraine defendeu, em seguida, Mbappe Lottin apareceu livre para fazer no rebote.

Os outros três gols foram sair somente nos cinco minutos finais do jogo. Guido Carrillo, que havia entrado no lugar de Falcão García, fez exatamente o que o colombiano fez no primeiro tempo, dois gols. O primeiro foi aos 87 minutos, quando Benjamin Mendy passou fácil da marcação pela ponta esquerda e cruzou dentro da pequena área, sem marcação, Carrillo não teve problemas para empurrar à rede de cabeça. Dois minutos depois, outro gol, desta vez de Fabinho. Clement Lenglet derrubou Jean Corentin dentro da área, outro pênalti para o Monaco. O brasileiro bateu firme de perna direita, na bochecha da rede, sem chances para N'Dy Assembé.

Para fechar, Carrillo marcou seu segundo gol. O argentinou aproveitou muito bem a jogada realizada por Mbappe Lottin pela ponta esquerda, se desmarcando e empurrando para o fundo das redes.