Com dois gols de Dybala, Juventus vence Udinese e dispara na liderança da Serie A

Líderes do campeonato tiveram dificuldades no primeiro tempo, mas o argentino resolveu e deu a vitória aos bianconeri

Com dois gols de Dybala, Juventus vence Udinese e dispara na liderança da Serie A
Dybala chegou a três gols na Serie A (Foto:Valerio Pennicino/Getty Images)
Juventus
2 1
Udinese
Juventus: Buffon; Lichtsteiner, Benatia (Bonucci, min. 66), Barzagli, Evra; Cuadrado, Lemina, Hernanes, Alex Sandro; Dybala (Sturaro, min. 81), Mandzukic (Higuaín, min. 65).
Udinese: Karnezis; Wague, Danilo, Felipe, Samir (Ali Adnan, min. 46); Kums, Thereau, Jankto ( Heurtaux, min. 75), Fofana; De Paul (Perica, min. 54), Zapata
Placar: 0-1, min. 30, Jankto. 1-1, min. 42, Dybala. 2-1, min. 50, Dybala.
ÁRBITRO: Árbitro: Nicola Rizzoli. Cartões amarelos: Wague (min. 45), Perica (min. 58), Hernanes (min. 65)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 7° rodada da Serie A 2016/17, enter Juventus e Udinese, no Juventus Stadium.

Na tarde deste sábado (15), a Juventus encarou a Udinese, no Juventus Stadium, em partida válida pela oitava rodada da Serie A. Os mandantes chegaram à vitória, por 2 a 1, com dois gols de Dybala. Jankto descontou para os visitantes.

Com o resultado, a Juventus permanece líder, com 21 pontos conquistados, cinco a mais que a vice-líder Roma. Já a Udinese segue amargando a parte de baixo da tabela. Com sete pontos, a equipe ocupa a 17° colocação, mas pode entrar na zona de rebaixamento dependendo do decorrer da rodada.

As equipes entram em campo novamente n semana que vem, mas em dias e por competições diferentes. A Juventus visita o Lyon na quarta feira (18), pela terceira rodada da fase de grupos da Uefa Champions League. A Udinese, por sua vez, volta apenas no próximo final de semana. No domingo (23), os Zebrette recebem o Pescara, pela nona rodada da Serie A. 

Juventus tem início ruim, mas empata no fim do primeiro tempo

Os mandantes entraram pressionados pelo bom resultado da Roma, horas antes diante do Napoli. Porém, mesmo tentando aplicar uma pressão, as chances de gol não apareceram para os comandados de Massimiliano Allegri . A Udinese se defendia muito bem e tentava algumas decidas em contra ataques. A primeira chance dos líderes do campeonato só saiu aos 25 minutos. Após chute de Dybala, a bola sobrou para Mandzukic, que cara a cara com o goleiro chutou por cima.

 As dificuldades continuaram para a vecchia signora, e aos 30 minutos, Evra deu passe ruim para Hernanes, o brasileiro não dominou, e a bola chegou até Jankto que bateu forte de fora da área, abrindo o placar para os visitantes e calando o Juventus Stadium.

A Juve tentava correr atrás do prejuízo, mas não conseguia infiltrar a ótima marcação da Udinese. Aos 33, após tabela de Mandzukice Cuadrado, a bola sobrou para Lichtsteiner, que chutou para fora. A dificuldade persisitia, até que aos 42 minutos, o zagueiro Felipe cometeu falta boba em Lemina, na entrada da área. O argentino Dybala bateu com perfeição para empatar o jogo, e dar alívio aos seus torcedores.

Dybala marca no início do segundo tempo e Juventus administra placar

No incício da segunda etapa, a Juventus voltou do vestiária determinada a marar logo o gol da virada. Após exercer pressão inicial, chegou ao seu gol. Com cinco minutos da etapa complementar, De Paul cometeu pênalti em Alex Sandro. Dybala cobrou e colocou a Juve na liderança do placar. A partir daí, os mandantes começaram a administrar a partida, não tendo mais tanto ímpeto como antes. Outra chance só foi ocorrer aos 61, quando Lichtsteiner fez ótimo cruzamento para Alex Sandro, que de frente para o gpleiro não conseguiu cabecear a bola, disperdiçando a oportunidade de liquidar a partida.

Os visitantes se viram então obrigados a diantar a marcação para tentar igualar o marcador mais uma vez. Com isso, a partida ficou em aberto, mas mesmo assim com poucas chances de lado a lado. Aos 82, após bola sobrada de cobrança de escanteio, cruzamento da esquerda, zagueiro felipe cabeceou no cantinho e buffon defendeu. Aos 74, a Udinese chegou com perigo pela primeira vez no segundo tempo.  Thereau entortou Barzagli pela esquerda, e exigiu ótima defesa de Buffon. Depois, aos 82, o zagueiro Felipe teve a melhor chance para empatar o certame. Após escanteio na área, a bola sobrou do lado esquerdo, e em novo cruzamento, Felipe subiu mais lato que a zaga adversária e cabeceou no canto inferior esquerdo, mas Buffon fez ótima defesa, salvando a Juventus. Após isso, mais nenhuma chance foi criada.