Milan tem atuação segura, bate Sassuolo e se recupera na Serie A

Com um gol em cada tempo, Diavolo não dá chances aos neroverdi e volta a vencer

Milan tem atuação segura, bate Sassuolo e se recupera na Serie A
Com a vitória, o Diavolo chega na 7° colocação, com 19 pontos (Foto: Alessandro Sabatini/Getty Images)
Sassuolo
0 2
Milan
Sassuolo: A. Consigli;P. Cannavaro;M. Gazzola; F. Peluso; F. Acerbi; S. Missiroli; Mazzitelli; Cassata; Ragusa; Falcinelli; Politano. Técnico: Christian Bucchi
Milan: Donnarumma; Zapata, Bonucci, Romagnoli; Calabria, Kessie, Calhanoglu, Montolivo, Borini; Suso, Kalinic. Técnico: Vincenzo Montella.

Para fechar a tarde e início da noite deste domingo (5), o Milan foi até a província de Modena, visitar o Sassuolo. Em jogo com poucas chances criadas, os visitantes voltaram para Milão com os três pontos na bagagem assumindo a sétima posição, com 19 pontos após vencerem os donos da casa por 2 a 0, com gols de Suso e Romagnoli. Enquanto isso, os anfitriões estacionam na 17° colocação, com apenas oito pontos conquistados em 12 rodadas.

A Serie A faz uma pausa para a tradicional Data Fifa e só retorna no dia 18 de Novembro, onde o Milan tem a indigesta missão de ir ao San Paolo enfrentar o Napoli, líder e invicto na competição. Do outro lado o Sassuolo vai encarar o Benevento, lanterna da competição que ainda não conseguiu vencer nesta temporada do calcio.

Poucas oportunidades na etapa inicial

Em busca de um resultado imediato para espantar a má fase e escapar da berlinda, a equipe de Vincenzo Montella começou a partida sem muito brilho e via um Sassuolo tentando pressionar e chegar ao gol com chutes de longa distância que eram facilmente desfiados pela defesa.

Tal fato resultou em uma primeira etapa com diversos escanteios batidos, assustando o goleiro Donnarumma, mas sem exigir boas defesas para a equipe. Do lado dos visitantes, os erros de passes e a dificuldade em criar jogadas era evidente, em especial, no último passe para Kalinic, o homem de referência no ataque.

(Foto: Alessandro Sabatini/Getty Images)

Mesmo com a dificuldade imposta aos rossoneri, a equipe de Milão começou a se soltar no jogo e criar chances mais perigosas de fora da área com Borini e Kalinic, que foram os jogadores mais ativos do ataque na primeira etapa. Entretanto, o gol veio da cabeça de um zagueiro. Após bater escanteio curto, Çalhanoglu cruzou com precisão na cabeça de Romagnoli, que se antecipou ao goleiro Consigli e abriu o marcador para os visitantes: 1 a 0 há poucos minutos do intervalo, jogando um balde de água fria sobre o Sassuolo que até aquele momento da partida estava conseguindo segurar as investidas do Diavolo.

Hegemonia milanista e vitória fora de casa

No intervalo, Vincenzo Montella acabou acertando o ponto onde a equipe estava errando mais: a criação de jogadas. Sem promover alterações em um primeiro momento, o Milan estava com uma postura mais agressiva, buscando o gol variando jogadas pelos lados, com Borini, na esquerda e Suso, na direita.

O Sassuolo, por sua vez, tentou ficar mais com a bola, mas o Milan se posicionava aguardando um erro na troca de passes dos Neroverdi e tal erro de fato aconteceu e uma das chances mais perigosas no início do segundo tempo saiu dos pés do meio-campista Kessie, que roubou a bola e saiu em arrancada até a entrada da área para bater forte e exigir boa defesa de Consigli.

Com o ânimo e a fome de ampliar o placar, o Milan foi envolvendo os donos da casa em sua troca de passes que, diferente de outros jogos, estava mais objetiva e ao mesmo tempo, agressiva nesta partida. Contudo, enquanto o Sassuolo tinha a bola, os rossoneri faziam uma linha de três jogadores para cercar os meio-campistas e contra-atacar  com velocidade. Tal estratégia foi feita com êxito depois que Borini interceptou a bola e lançou Suso na ponta direita, que chamou o marcador para dançar e bateu forte na bochecha da rede do lado esquerdo, sem chances para Consigli, que via uma equipe sem poder de reação debaixo das traves do Sassuolo.

(Foto: Alessandro Sabatini/Getty Images)

Depois de construir um placar sólido e anulando qualquer tipo de reação do adversário, ainda assim o Milan tentou ampliar o marcador novamente com os protagonistas do primeiro tempo, Kalinic e Borini, que deram certo trabalho para a defesa do Sassuolo que passou a se expor para tentar correr atrás do resultado, fato que não surtiu efeito e fez o Milan conseguir a sua sexta vitória em 12 jogos disputados até aqui. O os dons da casa por sua vez, conheceram a sua oitava derrota na Serie A, se complicando na zona do rebaixamento.