Inter pressiona, mas empata com Crotone e completa oito jogos sem vitória na Serie A

Mesmo jogando em casa, Beneamata não consegue se reabilitar e mantém péssima fase

Inter pressiona, mas empata com Crotone e completa oito jogos sem vitória na Serie A
Foto: Marco Bertorello/AFP
Internazionale
1 1
Crotone
Internazionale: Handanovic; D'Ambrosio, Skriniar, Miranda, Dalbert (Cancelo, min. 74); Brozovic (Karamoh, min. 77), Borja Valero, Vecino; Candreva (Rafinha, min. 64), Éder, Perisic
Crotone: Cordaz; Faraoni (Simic, min. 85), Ceccherini, Capuano, Martella (Pavlovic, min. 58); Barberis, Mandragora, Benali; Ricci Trotta (Stoian, min. 77), Nalini
Placar: 1-0, Éder | 1-1, Barberis

A Internazionale segue amargando resultados ruins na temporada. Neste sábado (3), o time de Milão recebeu o Crotone, no Giuseppe Meazza, pela 23ª rodada da Serie A. O confronto terminou empatado em 1 a 1 e manteve a péssima fase dos donos da casa, que não sabem o que é vencer na liga há oito jogos. Ó ítalo-brasileiro Éder marcou o gol dos nerazzurri, enquanto Barberis igualou o placar.

Com o empate, a Beneamata chega a 45 pontos e continua na quarta posição, atrás da Lazio e à frente da Roma. Já o Crotone segue na 17ª posição, com 20 pontos, e continua sua luta contra o rebaixamento.

Na próxima rodada, a Inter receberá o Bologna, enquanto o Crotone enfrentará a Atalanta, em casa. 

Inter domina as ações e sai na frente

O início da partida foi marcado pelo domínio da Inter de Milão. Tendo mais qualidade técnica, a equipe de Spaletti utilizou da posse de bola, mas não conseguiu finalizar em gol. O Crotone, por outro lado, ficou refém de seu sistema defensivo e não conseguiu escapar ao ataque em quase nenhuma oportunidade.

O bom início de jogo só poderia resultar em gol. Sem Icardi, principal nome ofensivo da equipe e quiçá do campeonato italiano, a Inter depositou em Éder a responsabilidade de balançar as redes. O ítalo-brasileiro não decepcionou e após cobrança de escanteio subiu sem muita marcação para testar e estufar as redes.

Após o gol a igualdade passou a figurar em campo. A Inter, antes soberana na partida, seguiu tendo a posse da bola, mas já não conseguia levar perigo ao gol dos visitantes que se fecharam bem defensivamente e conseguiram chegar ao intervalo perdendo apenas de 1 a 0.

Crotone surpreende e arranca empate

De volta para o segundo tempo da partida a Inter sofreu - mais uma vez - pela falta de consistência. A equipe nerazzurra não conseguiu manter a pressão outrora feita e deu espaço para o crescimento ofensivo do Crotone que, apesar de ser um dos piores ataques da Serie A, conseguiu seu prêmio.

Rafinha entrou no segundo tempo (Emilio Andreoli/Getty Images)

Aos 15 minutos da segunda etapa Barberis balançou as redes e colocou a igualdade no placar e iniciou um momento de pressão da equipe visitante frente à Beneamata. As entradas de Rafinha, Karamoh e João Cancelo não foram suficientes para uma tentativa de vitória por parte da Inter.

O meia brasileiro até tentou. Já nos minutos finais obrigou Cordaz a fazer linda defesa após finalizar de esquerda da entrada da área. Apesar das tentativas, nada conseguiu mudar o placar que terminou de maneira catastrófica para os donos da casa.