Náutico goleia Porto e conquista sua primeira vitória no Pernambucano 2014

O técnico Lisca prometeu um Náutico mais ofensivo contra o Porto e cumpriu com a palavra. O Timbu conquistou sua primeira vitória na Arena Pernambuco - também foi o primeiro triunfo na atual edição do Campeonato Pernambucano - nesta temporada de 2014 ao bater o Porto por 3 a 0,  ir a cinco pontos e assumir a vice-liderança - com a mesma pontuação de Santa Cruz e Salgueiro, mas levando vantagem no saldo de gols -, alcançando a tábua de classificação às semifinais do Estadual 2014. Os gols foram marcados por Marcos Vinícius, Pedro Carmona e Hélder Maurílio.

Com o resultado, o tricolor interiorano, além de ter sido ultrapassado pelo adversário, agora divide a lanterna do Hexagonal do Título com o rival Central - ambos têm três pontos, mas o Gavião do Agreste possui uma vitória, enquanto a Patativa tem três empates.

O próximo compromisso do Náutico deve ser o clássico contra o rival Sport na Arena PE. Inicialmente remarcado para a quinta-feira (27), o jogo ainda não tem data definida, pois os rubro-negros entraram com uma liminar no TJD-PE e desejam que o Clássico dos Clássicos seja transferido para o dia seguinte (28). Os alvirrubros já afirmaram que jogarão em qualquer data, já a FPF quer manter o confronto no dia 27 a qualquer custo. Caso o clássico seja novamente suspenso, o próximo jogo passará a ser a partida contra o Salgueiro, também na Arena, na Quarta-feira de Cinzas (05/03).

O Porto também terá um clássico pela frente. O Clássico Matuto diante do Central no Lacerdão será na Quarta de Cinzas.

Náutico se impõe e constrói goleada no primeiro tempo

Com a mesma formação que teve boa atuação no segundo tempo do último Clássico das Emoções, o Náutico apostava nas jogadas em velocidade feitas nas laterais do campo. Inicialmente, a equipe tinha dificuldades para passar pela forte marcação do adversário, mas foi tomando o controle do jogo aos poucos.

Foi aí que a estrela do prata-da-casa Marcos Vinícius, uma das apostas de Lisca, brilhou. Aos 23 minutos, o meia aproveitou bola na área, livrou-se da marcação de Cosme e abriu o placar com um belo gol. Três minutos depois, o árbitro Luiz Cláudio Sobral marcou falta a favor dos mandantes na entrada da área. O meio-campista Pedro Carmona foi para a cobrança e mandou a pelota no ângulo da meta defendida pelo goleiro Emanuel. Os alvirrubros não comemoravam um gol de falta desde 04/11/2012, na vitória sobre o Internacional, nos Aflitos, em partida válida pela Série A daquele ano.

O amplo domínio timbu continuou e o terceiro gol veio no 37º minuto, quando o lateral Hélder Maurílio aproveitou jogada em velocidade e deixou o time da casa em situação bastante confortável.

Mandantes administram o resultado

A segunda etapa não foi tão movimentada quanto a primeira e, assim como nos 45 minutos iniciais, o Porto pouco agredia os mandantes. O Náutico não tinha a mesma preocupação de ocupar a faixa de ataque e optou por diminuir o ritmo, administrando o resultado que lhe era favorável.

A chance mais perigosa do tempo complementar veio dos pés de Kiros. Da marca do pênalti, o atacante da equipe visitante obrigou o goleiro Alessandro a efetuar grande defesa. De resto, nenhum outro lance atraente marcou o segundo tempo.

No final das contas, a vitória alvirrubra por 3 a 0 foi uma recompensa pela ótima atuação na primeira metade e serviu para, além de fazer as pazes com a torcida, espantar a "urucubaca" da sua nova casa. 

VAVEL Logo