Diretor tricolor explica saída de Doriva e afirma: "Queremos técnico com perspectiva de títulos"
Foto: Érico Leonan / saopaulofc.netGustavo Vieira deixa claro motivos que resultaram na saída do treinador

O diretor executivo, Gustavo Vieira de Oliveira, do São Paulo explicou na manhã dessa terça-feira (10), em entrevista coletiva realizada no CT da Barra Funda, o motivo da saída do técnico Doriva do comando técnico da equipe. Ele afirmou que o clube quer um treinador com perspectiva de títulos para 2016.

A diretoria decidiu que Doriva não seria o técnico ideal para comandar o time na próxima temporada e preferiu não o manter mais no cargo: “A partir do momento em que definimos que ele não continuaria em 2016, nada mais justo do que ele ser o primeiro a saber” – Gustavo Vieira.

As principais razões que levaram a queda do ex-técnico são-paulino são os objetivos da diretoria para 2016: a vaga para a Libertadores do ano que vem, ainda em disputa no Campeonato Brasileiro e o planejamento no intuito de ganhar títulos.

Na entrevista afirmou-se que a saída não foi pela questão do desempenho, mesmo ele sendo abaixo do esperado, apenas 33% de aproveitamento em 7 partidas, sendo apenas 2 vitórias: "Uma coisa é o desempenho dele nesse curto espaço de tempo e também pelas observações que fizemos do trabalho dele. Não tem nada errado, mas queríamos outra coisa. Para 2016, queremos alguém que nos traga uma perspectiva de títulos, que seja capaz de ajudar na montagem e incremento do elenco dentro da situação financeira."

Gustavo também afirmou que a saída de Doriva não teve relação com a queda do ex-presidente são-paulino, Carlos Miguel Aidar, e fez questão de falar que a meritocracia guia e guiará os rumos dele e da nova diretoria: "Não pesou. Se tem algo que eu prezo dentro de um clube de futebol é a meritocracia. O profissional que está aqui não é por ser amigo e sim por ter mérito, por trabalhar. Isso não acontecerá enquanto estiver aqui."

Para o lugar de Doriva, nomes são especulados, principalmente os nomes de Cuca, Falcão, Diego Aguirre e Paulo Autuori. Milton Cruz comandará a equipe nas rodadas finais do Brasileirão. Gustavo também afastou qualquer possibilidade de Rogério Ceni assumir o cargo.

VAVEL Logo