Abad lamenta situação de torcedor agredido: "Desejo força para Pedro e toda sua família"
Pedro está internado com traumatismo craniano. (Foto: Reprodução / Álbum de família)

Pedro Scudieri foi vítima de uma tentativa de homicídio na noite de domingo (05). O torcedor caminhava para o ponto de ônibus, próximo ao Maracanã, quando foi surpreendido por marginais com barras de ferro e pedaços de madeira. Após ser golpeado, Scudieri foi levado ao hospital, realizou cirurgia e se recupera no CTI.

Mais de 150 pessoas, torcedores de todos os times, foram ao Hospital do Carmo doar sangue para Scudieri no primeiro dia de doações. Na quinta-feira (09), na parte da manhã, torcedores da Bravo 52 estão combinando uma doação coletiva e, após, uma caminhada pela paz.

De acordo com amigos de Scudieri, o estado do torcedor ainda é grave, porém, estável. Os médicos proibiram visitas para evitar qualquer tipo de infecção.

Pelas redes sociais, o presidente Pedro Abad comentou sobre o ocorrido e lamentou sobre o ato brutal e covarde:

“Lamento profundamente a covardia que marginais fizeram com o jovem Tricolor, Pedro Lucas Scudieri. Tive o prazer de conhece-lo melhor na reunião que promovi no mês passado com Tricolores. Durante o encontro, Pedro fez questão de ressaltar a importância da união entre as torcidas em prol do Fluminense. Torço pela sua recuperação e aguardo o seu retorno o mais breve possível para arquibancada. O Fluminense acompanha de perto a situação do jovem Pedro e espera uma rigorosa investigação das autoridades para que os culpados sejam punidos. Desejo força para o Pedro e para toda sua família”

O ex-presidente Peter Siemsen também se manifestou por meio das redes sociais:

“Algo absolutamente condenável o que ocorreu com o torcedor Pedro Lucas Scudieri. Venho aqui manifestar minha indignação e desejar força ao Pedro, familiares e amigos neste momento. Simbólico ver torcedores de outros times também enviando mensagens de apoio. Essencial que os agressores sejam identificados e devidamente punidos. #ForçaScudi #PazNoFutebol”

Saiba como doar sangue

A mãe de Pedro, Marilene Scudieri, informou que o jovem está precisando de doação de sangue, do tipo A+. As doações devem ser realizadas no Hospital da Ordem 3ª do Carmo, na Rua do Riachuelo nº 43 / 3º andar, Centro, Rio de Janeiro. O horário de funcionamento é de segunda a sexta das 08h às 16h e sábado das 08h às 12h. Para a doação ir diretamente para Pedro, basta dar o nome todo da mãe, Marilene Fernandes Lucas Scudieri.

Para doar é preciso:

• Ter idade entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização dos pais);

• Estar em boas condições de saúde;

• Pesar no mínimo 50kg;

• Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

• Após o almoço ou ingestão de alimentos, aguardar 3 horas. Não é necessário estar em jejum;

• Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH, etc.);

• Não ter contraído hepatite após os 11 anos de idade;

• Se fez tatuagem ou piercing, aguardar 12 meses;

• Se passou por endoscopia, aguardar 6 meses;

• Não ter tido gripe ou resfriado nos últimos 7 dias.

Para mais informações sobre doação: (21) 3233-5950 / (21) 2509-2727

 

VAVEL Logo