É um Ai, Jesus! Fluminense possui larga vantagem no histórico de finais contra Flamengo
A frase "E nos FlaxFlus é o ai Jesus" é citada no hino rubro-negro

O Fla-Flu começou quarenta minutos antes do nada. O clássico que completa 406 jogos neste domingo (05), às 16h, no Estádio Nilton Santos, é um dos maiores clássicos do mundo. Em 1912, na primeira partida entre os clubes cariocas, o Tricolor venceu por 3 a 2. Ali, começava o “Clássico dos Milhões”, que mexeria com o coração de muitos torcedores.

Com nove jogadores titulares do Fluminense saindo do clube para abrirem o departamento de futebol do Flamengo, a rivalidade aumentou cada vez mais. Não é à toa que no hino rubro-negro há uma citação ao clássico: “E nos Fla x Flus é o ‘Ai Jesus’...”

Recorde de público do Maracanã, o Fla-Flu já mobilizou 196.603 torcedores, em 1963. Flamengo e Fluminense são os maiores campeões do Campeonato Carioca, com 33 e 31 títulos, respectivamente. Na história, são 405 partidas disputadas, sendo 146 vitórias do rubro-negro, 129 vitórias do tricolor e 130 empates. Em compensação, quando as equipes se enfrentaram em finais, a vantagem é do Fluminense. São oito vitórias contra três.

Com base nisso, a VAVEL Brasil preparou um especial para você, torcedor tricolor, sobre os títulos estaduais do Fluminense sobre o Flamengo.

1919: A primeira final

Em 1919, no Estádio das Laranjeiras, aconteceu um dos primeiros jogos que marcaria o clássico. O campeonato da época era de pontos corridos e o Fla-Flu aconteceu na penúltima rodada. O Fluminense liderava o estadual e só poderia ser alcançado pelo Flamengo. A partida terminou em 4 a 0 para Tricolor, que sagrou-se tricampeão carioca.

1936: O início da hegemonia

Como o campeonato de 1919 era de pontos corridos e, em competições com esse modelo, não há finais, o Campeonato Carioca de 1936 ficou marcado como a primeira final direta disputada entre as equipes, que seria disputada em uma espécie de “melhor de três”. No primeiro jogo do ano, empate por 2 a 2. No segundo, vitória tricolor por 4 a 1. No terceiro, empate por 1 a 1. Como o Fluminense jogava por um empate, conquistou novamente o título carioca.

1941: O famoso “Fla-Flu na Lagoa”

Flamengo e Fluminense lideravam a competição, o Tricolor possuía 44 pontos e o Rubro-Negro 43. Para o Fluminense consagrar-se campeão, era necessário apenas um empate, e o jogo terminou em 2 a 2. O ponto mais marcante da partida foi que o Flamengo havia empatado a partida e pressionava, visto que precisava de apenas um gol para ser o campeão. Uma das maneiras dos jogadores tricolores de se defender, era chutar a bola para fora do Estádio da Gávea, já que a Lagoa Rodrigo de Freitas, antes de ser aterrada, ficava ao lado do estádio. Com isso, os jogadores tricolores conseguiram retardar alguns lances até o apito final.

1969: O maior Fla-Flu de todos os tempos

Segundo Nelson Rodrigues, o clássico de 1969 foi o melhor Fla-Flu da história. O jogo era mais uma vez válido pela penúltima rodada do campeonato e os únicos possíveis ganhadores eram Fluminense (líder) e Flamengo (vice-líder). A partida terminou em 3 a 2 para o Tricolor, que não poderia mais ser alcançado pelo rubro-negro, e sagrou-se campeão. Essa foi a quarta vitória Tricolor em cinco decisões.

A partida foi a inspiração para a crônica "Chega de Humildade" de Nelson Rodrigues

1973: A revanche

Em 1972, Flamengo e Fluminense decidiram mais uma vez o título carioca. Dessa vez, a melhor ficou com o time rubro-negro. Debaixo de muita chuva, os times foram à campo, em plena quarta-feira à noite, com 73 mil torcedores no Maracanã.

Já no primeiro tempo o Tricolor abriu a vantagem de 2 a 0. No segundo tempo o Rubro-Negro conseguiu empatar, porém, o Fluminense marcou mais 2 gols. A partida terminou em 4 a 2 para o Tricolor, garantindo o título.

1983 e 1984: Recordar é viver, Assis acabou com você

Em 1983, Fluminense, Flamengo e Bangu disputaram um triangular decisivo no Campeonato Carioca. Na primeira partida, Flu e Bangu empataram em 1 a 1. Na segunda, o Fla-Flu era definitivo, se o Fluminense não vencesse, seria eliminado. Aos 45 minutos do segundo tempo, Assis marcou o gol da vitória. Quatro dias depois, o Flamengo venceu o Bangu e, assim, o Tricolor pôde soltar o grito de campeão.

Em 1984 foi a vez de Fluminense, Flamengo e Vasco disputarem o triangular. No primeiro jogo, o Flu venceu o Vasco por 2 a 0, e o Flamengo também venceu o Vasco por 2 a 1. No Fla-Flu final, Assis marcou mais uma vez o gol do título tricolor.

1995: O gol de barriga

Nesse ano, o Flamengo chegou a abrir oito pontos de vantagem, porém, o Flu conseguiu diminuir essa diferença. Na última rodada seria disputado o Fla-Flu. O Flamengo precisava apenas do empate para o título, e o Fluminense precisava de uma vitória. Em uma partida épica, o Fluminense venceu por 3 a 2, com um “Gol de Barrida” de Renato Gaúcho, nos minutos finais da partida. Essa foi então o oitavo título Carioca do Fluminense sobre o Flamengo.

Renato Gaúcho comemorando o seu "gol de barriga"
VAVEL Logo