Especial VAVEL Futebol Feminino 2017: Sudeste
Arte: Editoria de Arte/VAVEL.com

A Olimpíada Rio 2016 trouxe um novo patamar para o futebol feminino no Brasil. Antes pouco valorizada, a modalidade teve maior aceitação do público com boa presença da torcida nas arquibancadas, que pediu também maior atenção à CBF. Tamanho apelo resultou em mudanças significativas, com a reformulação do Campeonato Brasileiro, promovendo, a partir deste ano, duas divisões principais.

Além das equipes melhores rankeadas pela confederação, entraram também as de melhores posições nos Estaduais, visando fortalecê-los. Tentando buscar mostrar o panorama do esporte em 2017, a VAVEL Brasil fez especiais separando os campeonatos por região, visando mostrar como as federações tratam a categoria. Esse é o quadro de momento do Sudeste, que é composto por Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Espírito Santo

O Espírito Santo já deu início ao seu Estadual. O Campeonato Capixaba iniciou-se no mês de abril e tem término previsto para meados do mês de junho, onde busca dar uma vaga ao Campeonato Brasileiro Série A-2. Atual campeão da competição, o Vila Nova divide com o Comercial a hegemonia do torneio, com três títulos cada, visando chegar ao bi. 

Minas Gerais

Com exímio crescimento, a região mineira vai iniciar o seu campeonato regional somente nesse segundo semestre de 2017. Com uma equipe - o América - no Campeonato Brasileiro Série A-2, a competição tenta ter um aumento no número de equipes no nacional. O maior campeão do Campeonato Mineiro de Futebol Feminino é o Atlético, que acumula o total de cinco títulos. No entanto, o atual vencedor é o Coelho.

Rio de Janeiro

Ao contrário dos estados já apresentados, o Rio de Janeiro mostra ser bem melhor estruturado. Possuindo o Flamengo como participante e atual campeão do Campeonato Brasileiro Série A-1, e que encaminha sua classificação para a segunda fase do torneio nacional deste ano. O Campeonato Carioca de Futebol Feminino tem, além da equipe rubro-negra, o Vasco entre os pilares. O Cruz-Maltino é o maior campeão da competição e foi vice em 2016, perdendo a taça para o rival.

São Paulo

Junto às cariocas, o estado de São Paulo é, talvez, o mais organizado e estruturado em relação às competições de futebol feminino em todo o país, sendo ícone nacional no quesito. O estado paulista é o de maior representação na elite com sete das 16, sendo elas Audax, Corinthians, Ferroviária, Ponte Preta, Rio Preto, Santos e São José.

Além disso, na Série A-2 do nacional, está representado por mais duas equipes: Adeco (Centro Olímpico) e Portuguesa. O Paulista de Futebol Feminino visa aumentar ainda mais a participação dos seus clubes no torneio, fortalecendo ainda o Estadual da categoria com atrativos para seus filiados.

O Estadual já está em disputa e o maior campeão é a Ferroviária, com uma campanha regular na elite do Brasileiro deste ano. Atual vencedor do certame, porém, ilustra bem a atualidade dos clubes na competição nacional. O Rio Preto conquistou o título em 2016 seguido pelo Santos, que foi vice e ambos estão com suas classificações para a segunda fase asseguradas. As Sereias terminaram como líderes do Grupo 2, ficando à frente das rio-pretanas.

VAVEL Logo