Zé Ricardo aponta reviravolta do Flamengo após má fase: "Estamos crescendo novamente"

Na tarde deste domingo, Flamengo e São Paulo fizeram partida válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Na Ilha do Urubu, o Flamengo venceu a equipe tricolor por 2 a 0, com gols de Guerrero e Diego. Com a vitória, o Rubro-Negro chega a sua quarta vitória consecutiva, a terceira no Brasileiro. Em entrevista pós-jogo, o técnico Zé Ricardo lamentou o início complicado do Flamengo no Brasileiro e reforçou a importância de conquistar pontos em jogos dentro de casa.

“Gostaria de ter começado o campeonato melhor mas, infelizmente, não aconteceu. Em campeonato de pontos corridos, a gente sempre precisa pontuar muito bem dentro de casa, e conseguimos fazer isso com os jogos aqui (Ilha do Urubu). Estou muito orgulhoso da equipe pelo que produzimos hoje. O gramado ficou um pouco pesado com as chuvas, mas os atletas foram bastante eficazes e fizemos uma partida num bom nível. Acho que estamos crescendo novamente. Só resta parabenizar os jogadores”, afirmou.

Na próxima quarta-feira (5), o Flamengo tem encontro marcado com um velho conhecido: o Palestino. Eliminado pelo clube chileno na Sul-Americana 2016, o Rubro-Negro viaja a Santiago para tentar escrever um novo capítulo na história do confronto, em partida válida pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana 2017. O treinador rubro-negro declarou que pensa em poupar alguns atletas do confronto pela competição continental e falou sobre a curta semana da equipe antes do clássico contra o Vasco, no Campeonato Brasileiro.

“Agora é hora de descansar. Temos uma semana muito curta até o jogo contra o Vasco. Vamos descansar bastante, temos uma viagem cansativa para Santiago e precisamos recuperar os atletas. Possivelmente alguns não irão a Santiago. Vou ver isso a partir do retorno dos jogadores no treino de amanhã (segunda) cedo. Vamos levar todos preparados para a viagem”, declarou.

No regulamento do Campeonato Brasileiro, a CBF impõe uma restrição no número de estrangeiros por partida – cinco estrangeiros podem ser relacionados; o atual elenco do Flamengo tem seis ‘gringos’. No jogo de hoje, Zé Ricardo surpreendeu ao cortar Conca da relação para a entrada de Mancuello, que passou cinco jogos longe do banco de reservas. Em entrevista pós-jogo, o treinador rubro-negro usou da meritocracia para explicar a troca entre os argentinos na equipe.

“A gente tem burocracia, um limite de estrangeiros que temos que cumprir. Estamos usando três ou quatro jogadores constantemente. O Berrío era importante na estratégia desse jogo. Tanto Mancuello quanto Conca ocupam a mesma faixa de campo. A gente sempre fica indeciso com esses dois nomes, mas o Mancuello fez uma excelente semana de treinamento e, por méritos, ficou na relação”, completou o treinador.

Zé Ricardo aproveitou para deixar um recado de conforto a Rogério Ceni. Ídolo do São Paulo, o ex-goleiro e treinador tem passado por momento conturbado dentro do clube paulista – momento que muito se assemelha à situação de Zé Ricardo no Flamengo algumas rodadas atrás.

“Faz parte do futebol. Temos diversos exemplos, no Brasil e lá fora, de que grandes equipes também passam por momentos turbulentos. Falei para o Rogério que, como amante do futebol, eu entendia que ele estava no caminho certo. O time dele já, já vai performar, então disse para ele ter perseverança”, finalizou.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo volta a campo no próximo sábado (08), para confronto contra o Vasco. O Clássico dos Milhões será realizado em São Januário, às 18h. Pela Copa Sul-Americana, o Rrbro-Negro reencontra o Palestino, no jogo de ida da segunda fase do torneio, na quarta-feira (05).

VAVEL Logo