Conselheiros do São Paulo aprovam renovação com Rede Globo e parceria com Adidas
(Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

O Conselho Deliberativo do São Paulo aprovou, por unanimidade, as propostas de contrato da Adidas e da Rede Globo. A reunião com os conselheiros aconteceu na noite desta segunda-feira, no estádio do Morumbi, e também serviu para aprovar o balanço de contas de 2017. 

A discussão mais aguardada era para a marca alemã, que assinará contrato para fornecer o material esportivo do Tricolor entre julho de 2018 a dezembro de 2023. No entanto, por enquanto não foram divulgados os valores do acordo. É certo, porém, que o clube paulista vê o acerto com vantagens superiores ao contrato com a antiga fornecedora, a Under Armour, que pagava ao time um valor mínimo de R$ 17 milhões anuais. Com a Adidas, o São Paulo deve receber no mínimo R$ 20 milhões por ano, mais acordos de royalties. 

Já na parte de direito de transmissão, os conselheiros aprovaram a proposta da Rede Globo, que acertou contrato entre 2019 e até 2024. O Tricolor também receberá cerca de R$ 20 milhões assim que assinar o contrato, permitindo a cessão dos direitos em TV aberta e Pay-per-view dos jogos do Campeonato Brasileiro. No entanto, os valores variam de acordo com o alcance no público. A divisão funciona no geral, sendo R$ 600 milhões divididos entre os clubes com base em diretrizes como audiência e tamanho de torcida. 

Por fim, houve também o levantamento das contas tricolores no ano. A temporada terminou com superávit (lucro) em torno de R$ 15 milhões apesar do déficit inicial de R$ 7,5 milhões. A justificativa desse impulso foi por conta das vendas dos jogadores ,que renderam R$ 184,5 milhões -- dos quais o time ficou com R$ 162,8 milhões e recebeu no último ano a quantia de R$ 108,9 milhões em virtude das negociações parceladas.

VAVEL Logo