Carpegiani considera demissões "precipitadas" e revela que Fla já sabia da saída de Rueda
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

A polêmica novela sobre a saída de Reinaldo Rueda teve um novo capítulo nesta terça-feira. Em entrevista ao Seleção SporTV, o técnico Paulo César Carpegiani afirmou que o Flamengo já sabia da saída do colombiano no final do ano passado.

"Aventou-se essa possibilidade porque no final do ano o Rueda já estava decidido a não ficar", revelou Carpegiani, ao ser perguntado por Cléber Machado se ele havia sido chamado pelo Rubro-Negro para a função de treinador.

Após especulações sobre sua permanência no clube, Rueda anunciou, no dia 8 de janeiro, que assumiria a seleção do Chile e não continuaria no Flamengo. O clube, então, anunciou a contratação de Paulo César Carpegiani no mesmo dia. O treinador campeão do mundo em 1981 comandou a equipe em 17 jogos este ano, conquistando 11 vitórias, três empates e três derrotas antes de ser demitido, após a eliminação para o Botafogo na semifinal do Campeonato Carioca.

"Sinceramente ainda não me caiu a ficha. Cheguei 7 de janeiro. Tinham apenas sete jogadores, sendo dois goleiros. O elenco se apresentou 13 de janeiro por causa da Sul-Americana. Para início de campeonato, tivemos que recorrer à molecada que estava em São Paulo [na Copinha]", disse Carpegiani sobre o início de temporada.

Junto com o ex-treinador rubro-negro, também deixaram o clube o diretor executivo Rodrigo Caetano, os auxiliares Rodrigo Carpegiani e Jayme de Almeida, além do preparador físico Marcelo Martorelli e do gerente de futebol Mozer.

"Na minha opinião, houve uma precipitação. Não sei em que momento as coisas do passado estavam, mas pelas próprias declarações, você nota que já havia a possibilidade de uma saída. O Rodrigo, como gestor, pode ter igual, mas melhor não tem. Com toda a certeza te digo. Tudo ficava nele. Um profissional excepcional", finalizou Carpegiani.

VAVEL Logo