Com provocação ao rival, diretoria do Cruzeiro celebra título em primeiro ano à frente do clube
Depois de perder a primeira partida da final, a Raposa conseguiu reverter o resultado e ficou com o título (Foto: Agência i7/Mineirão)

Com provocação ao rival, diretoria do Cruzeiro celebra título em primeiro ano à frente do clube

Itair Machado, Wágner Pires de Sá e Marco Antônio Lage repercutiram a conquista da Raposa para cima do Atlético

andrey-mattos
Andrey Mattos

Após a conquista do Cruzeiro no Campeonato Mineiro nesse domingo (8), o vice-presidente de futebol da Raposa, Itair Machado, falou com a imprensa. Ele classificou o revés no jogo de ida da final por 3 a 1 como um acidente e não deixou de fora uma provocação ao rival, Atlético-MG, que perdeu a partida decisiva por 2 a 0 no Mineirão.

“É importante conseguir um título, porque o título dá tranquilidade para o trabalho no resto do ano. Os jogadores, o grupo nosso de jogadores, a gente tinha certeza que aquilo que aconteceu lá no Independência foi um 1º de abril. A gente sabia que hoje ia levar a taça”, disse Itair, lembrando que as finais do Mineiro foram nos dias 1º e 8 de abril, no Independência e no Mineirão, respectivamente.

Itair também falou da importância que a conquista traz para o trabalho no clube, já que este é o primeiro ano da nossa diretoria celeste. Segundo o vice-presidente de futebol, a tranquilidade de uma conquista ajuda para a sequência da temporada. “É importante você ganhar um campeonato estadual para ter mais confiança no início do Campeonato Brasileiro e na continuação da Libertadores“, finalizou.

Thiago Neves marcou o gol que garantiu o título para a Raposa
Thiago Neves marcou o gol que garantiu o título para a Raposa (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Wagner Pires de Sá, presidente do Cruzeiro, celebrou seu primeiro triunfo à frente do comando cruzeirense.“É o primeiro de uma série de títulos que iremos ter. Estaremos em vários campeonatos ainda em 2018 e o cruzeirense pode ter a certeza de que continuaremos forte. Com a torcida maravilhosa igual nós temos e com o time excepcional que desenvolvemos, não tem jeito de perdermos mais”, disse o cartola ao site do clube estrelado.

A diretoria também falou do apoio que veio das arquibancadas. Na tarde desse domingo (8), 49.906 cruzeirenses acompanharam de perto o título celeste. Marco Antônio Lage, vice-presidente executivo, fez um agradecimento aos torcedores da Raposa.

"A torcida foi impressionante. Ela trouxe uma energia importante que contagiou todos nós. Por isso falamos que o torcedor realmente é o 12º jogador, pois ela demonstra estar envolvida totalmente com o Cruzeiro. Tenho a certeza de que, além da força e da vontade dos jogadores, da comissão técnica e da diretoria, esse título só veio por causa do empenho da nação cruzeirense”, colocou Lage.

Torcida celeste mais uma vez compareceu em bom número no Mineirão (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Torcida celeste mais uma vez compareceu em bom número no Mineirão (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
VAVEL Logo