Em boa fase, CRB e Avaí se enfrentam para manter ascensão na Série B
Foto: Jamira Furlani/Avaí FC

Em boa fase, CRB e Avaí se enfrentam para manter ascensão na Série B

Equipes defendem invencibilidade de quatro jogos cada e buscam vitória para se aproximar do G-4

bruno-da-silva
Bruno da Silva
CRBJoão Carlos; Ayrton, Everton Sena (Flávio Boaventura), Edson Borges, Diego; Lucas, Tinga; Edson Ratinho, Diego Rosa, Willians Santana; Neto Baiano. Técnico: Júnior Rocha
AvaíAranha; Alemão, Betão, Airton; Guga, Judson, André Moritz, Capa; Renato, Rômulo, Rodrigão. Técnico: Geninho
ÁRBITROVinícius Furlan, que será auxiliado por Herman Vani e Vitor Carmona, todos de SP
INCIDENCIASPartida válida pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2018, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, AL; a partida começa às 19h15

Embalados na temporada, CRB Avaí abrem a sexta rodada da Série B olhando para a parte mais alta da tabela. As duas equipes não perderam suas últimas quatro partidas na temporada e querem aproveitar o bom momento para continuar somando pontos na competição. A partida no Rei Pelé, em Maceió, começa às 19h15 desta terça-feira (15).

As equipes se enfrentaram 15 vezes na história, com uma pequena vantagem aos alagoanos: sete vitórias do CRB, seis do Avaí e dois empates. Os times se enfrentaram pela última vez na Série B em 2016 e os catarinenses, vice-campeões daquele ano, venceram de virada em Maceió: 2 a 1. Neto Baiano fez para os mandantes, mas Renato e Lucas Coelho garantiram a vitória ao Leão.

Mais confiante, CRB vive novo momento sob o comando de Júnior Rocha

Após o vice-campeonato alagoano e a derrota na estreia da Série B para o Oeste, o CRB decidiu demitir o técnico Mazola Júnior, e tirou Júnior Rocha do Santa Cruz. O time até perdeu os três primeiros jogos sob o novo comando, mas a partir daí embalou uma boa sequência. Na última quinta-feira (10), empatou com o Ceará por 3 a 3, em casa, na partida de ida das quartas da Copa do Nordeste. No Brasileiro, são duas vitórias seguidas, contra Atlético-GO e Sampaio Corrêa. O Galo ocupa no momento o 13º lugar da Segundona, com seis pontos.

A grande mudança no CRB foi sua produção ofensiva: nos últimos quatro jogos, foram três gols marcados em cada partida. O atacante Willians Santana, ex-Avaí, ressaltou a importância do técnico Júnior Rocha nessa recuperação do Galo.

"Júnior [Rocha] e toda a comissão técnica têm feito um trabalho importante fora de campo, de recuperação mesmo. Eles estão passando confiança e dando muita moral a todos os jogadores para que possamos render o que podemos. Eles têm tido papel fundamental nesta volta por cima do CRB na temporada", analisou.

Lei do ex? Willians marcou três vezes contra o Atlético-GO, time que defendeu antes de ir para o Avaí (Foto: Douglas Araújo/CRB)
Lei do ex? Willians marcou três contra Atlético-GO e agora enfrenta Avaí, times que defendeu antes de se transferir ao CRB (Foto: Douglas Araújo/CRB)

Até pelas partidas em sequência, Júnior Rocha está tentando que rodar o elenco. O CRB jogou semana passada na segunda-feira (7) e depois na quinta-feira (10), e volta a campo nesta terça-feira (15). O treinador explicou que o calendário atrapalha os planos, mas que confia no elenco.

"Questão de titularidade, hoje, eu não tenho. Tem muitas partidas seguidas e, dificilmente, vou conseguir repetir a equipe. É um sonho repetir dois, três jogos, mas é muito difícil. O calendário é terrível. Estamos tendo alterações forçadas, mas que não é ruim. Estamos conseguindo revezar e não fico preocupado com isso", afirmou.

Júnior Rocha não deve contar com o lateral-direito Diogo Matheus, que se recupera de lesão, e ainda não regularizou os recém-contratados Cleiton Xavier e Alípio. O zagueiro Flávio Boaventura volta de suspensão, mas pode começar na reserva de Everton Sena, que vem aproveitando as chances como titular.

Avaí quer manter embalo após vitória no clássico

Desde a chegada do técnico Geninho, o Avaí não perdeu na Série B. Foram quatro partidas, com duas vitórias e dois empates. A consolidação do bom momento veio no último sábado (12), quando o Leão venceu o clássico contra o Figueirense, na casa do rival, por 1 a 0. Com oito pontos, o time ocupa a oitava posição no campeonato e, se vencer o CRB, entra momentaneamente no G-4.

Avaí comemorou muito a vitória na casa do rival Figueirense (Foto: André P. Ribeiro/Avaí FC)
Avaí comemorou muito a vitória na casa do rival Figueirense (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC)

Embalado, o Avaí teve que apostar na conversa para arrumar o time que entra em campo nesta terça-feira (12). O time se reapresentou no domingo (10) para um treino regenerativo, viajou na segunda-feira (11) pela manhã e fez um treino leve à tarde, já em Maceió. Se o tempo de recuperação é curto, o retrospecto do Leão fora de casa anima: das 12 vitórias dos catarinenses no ano, nove foram longe da Ressacada.

Geninho prega cautela apesar da boa sequência. O treinador afirma que é possível que o time oscile, mas que está feliz pela evolução do time desde a sua chegada.

"É difícil dar um prazo quando tudo estará certo, o time pode oscilar, fazer um mau jogo. É uma maneira nova, viemos aqui e viramos o Avaí do avesso. O time tomava sufoco e hoje dá sufoco. O torcedor sabe que vai ver seu time atacando, sempre buscando o gol. Mas claro, sempre precisamos de ajustes", ressaltou.

Em relação ao clássico, o Avaí não poderá contar com o volante Luan, que sentiu desconforto muscular, e o meia Marquinhos, poupado. Os dois começaram no banco a partida contra o Figueirense. Além disso, o atacante Maurinho ainda se recupera de lesão, e Luanzinho está reunido com a Seleção Sub-20. Quem retorna é o meio-campista Pedro Castro, que não atuou na última partida por conta de uma lesão na coxa.

VAVEL Logo

Avaí Futebol Clube Notícias

há 16 dias
há 22 dias
há 23 dias
há 23 dias
há 23 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês