Em boa fase, CRB e Avaí se enfrentam para manter ascensão na Série B

Equipes defendem invencibilidade de quatro jogos cada e buscam vitória para se aproximar do G-4

Em boa fase, CRB e Avaí se enfrentam para manter ascensão na Série B
Foto: Jamira Furlani/Avaí FC
CRB
Avaí
CRB: João Carlos; Ayrton, Everton Sena (Flávio Boaventura), Edson Borges, Diego; Lucas, Tinga; Edson Ratinho, Diego Rosa, Willians Santana; Neto Baiano. Técnico: Júnior Rocha
Avaí: Aranha; Alemão, Betão, Airton; Guga, Judson, André Moritz, Capa; Renato, Rômulo, Rodrigão. Técnico: Geninho
ÁRBITRO: Vinícius Furlan, que será auxiliado por Herman Vani e Vitor Carmona, todos de SP
INCIDENCIAS: Partida válida pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2018, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, AL; a partida começa às 19h15

Embalados na temporada, CRB Avaí abrem a sexta rodada da Série B olhando para a parte mais alta da tabela. As duas equipes não perderam suas últimas quatro partidas na temporada e querem aproveitar o bom momento para continuar somando pontos na competição. A partida no Rei Pelé, em Maceió, começa às 19h15 desta terça-feira (15).

As equipes se enfrentaram 15 vezes na história, com uma pequena vantagem aos alagoanos: sete vitórias do CRB, seis do Avaí e dois empates. Os times se enfrentaram pela última vez na Série B em 2016 e os catarinenses, vice-campeões daquele ano, venceram de virada em Maceió: 2 a 1. Neto Baiano fez para os mandantes, mas Renato e Lucas Coelho garantiram a vitória ao Leão.

Mais confiante, CRB vive novo momento sob o comando de Júnior Rocha

Após o vice-campeonato alagoano e a derrota na estreia da Série B para o Oeste, o CRB decidiu demitir o técnico Mazola Júnior, e tirou Júnior Rocha do Santa Cruz. O time até perdeu os três primeiros jogos sob o novo comando, mas a partir daí embalou uma boa sequência. Na última quinta-feira (10), empatou com o Ceará por 3 a 3, em casa, na partida de ida das quartas da Copa do Nordeste. No Brasileiro, são duas vitórias seguidas, contra Atlético-GO e Sampaio Corrêa. O Galo ocupa no momento o 13º lugar da Segundona, com seis pontos.

A grande mudança no CRB foi sua produção ofensiva: nos últimos quatro jogos, foram três gols marcados em cada partida. O atacante Willians Santana, ex-Avaí, ressaltou a importância do técnico Júnior Rocha nessa recuperação do Galo.

"Júnior [Rocha] e toda a comissão técnica têm feito um trabalho importante fora de campo, de recuperação mesmo. Eles estão passando confiança e dando muita moral a todos os jogadores para que possamos render o que podemos. Eles têm tido papel fundamental nesta volta por cima do CRB na temporada", analisou.

Lei do ex? Willians marcou três vezes contra o Atlético-GO, time que defendeu antes de ir para o Avaí (Foto: Douglas Araújo/CRB)
Lei do ex? Willians marcou três contra Atlético-GO e agora enfrenta Avaí, times que defendeu antes de se transferir ao CRB (Foto: Douglas Araújo/CRB)

Até pelas partidas em sequência, Júnior Rocha está tentando que rodar o elenco. O CRB jogou semana passada na segunda-feira (7) e depois na quinta-feira (10), e volta a campo nesta terça-feira (15). O treinador explicou que o calendário atrapalha os planos, mas que confia no elenco.

"Questão de titularidade, hoje, eu não tenho. Tem muitas partidas seguidas e, dificilmente, vou conseguir repetir a equipe. É um sonho repetir dois, três jogos, mas é muito difícil. O calendário é terrível. Estamos tendo alterações forçadas, mas que não é ruim. Estamos conseguindo revezar e não fico preocupado com isso", afirmou.

Júnior Rocha não deve contar com o lateral-direito Diogo Matheus, que se recupera de lesão, e ainda não regularizou os recém-contratados Cleiton Xavier e Alípio. O zagueiro Flávio Boaventura volta de suspensão, mas pode começar na reserva de Everton Sena, que vem aproveitando as chances como titular.

Avaí quer manter embalo após vitória no clássico

Desde a chegada do técnico Geninho, o Avaí não perdeu na Série B. Foram quatro partidas, com duas vitórias e dois empates. A consolidação do bom momento veio no último sábado (12), quando o Leão venceu o clássico contra o Figueirense, na casa do rival, por 1 a 0. Com oito pontos, o time ocupa a oitava posição no campeonato e, se vencer o CRB, entra momentaneamente no G-4.

Avaí comemorou muito a vitória na casa do rival Figueirense (Foto: André P. Ribeiro/Avaí FC)
Avaí comemorou muito a vitória na casa do rival Figueirense (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC)

Embalado, o Avaí teve que apostar na conversa para arrumar o time que entra em campo nesta terça-feira (12). O time se reapresentou no domingo (10) para um treino regenerativo, viajou na segunda-feira (11) pela manhã e fez um treino leve à tarde, já em Maceió. Se o tempo de recuperação é curto, o retrospecto do Leão fora de casa anima: das 12 vitórias dos catarinenses no ano, nove foram longe da Ressacada.

Geninho prega cautela apesar da boa sequência. O treinador afirma que é possível que o time oscile, mas que está feliz pela evolução do time desde a sua chegada.

"É difícil dar um prazo quando tudo estará certo, o time pode oscilar, fazer um mau jogo. É uma maneira nova, viemos aqui e viramos o Avaí do avesso. O time tomava sufoco e hoje dá sufoco. O torcedor sabe que vai ver seu time atacando, sempre buscando o gol. Mas claro, sempre precisamos de ajustes", ressaltou.

Em relação ao clássico, o Avaí não poderá contar com o volante Luan, que sentiu desconforto muscular, e o meia Marquinhos, poupado. Os dois começaram no banco a partida contra o Figueirense. Além disso, o atacante Maurinho ainda se recupera de lesão, e Luanzinho está reunido com a Seleção Sub-20. Quem retorna é o meio-campista Pedro Castro, que não atuou na última partida por conta de uma lesão na coxa.