Moisés afirma estar pronto para sequência no Palmeiras e projeta duelo contra Grêmio
(Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Moisés afirma estar pronto para sequência no Palmeiras e projeta duelo contra Grêmio

Meio-campista falou, entre outras coisas, sobre suas lesões nos tempos recentes e projetou grande jogo na próxima rodada

rafaella-bonassi
Rafaella Bonassi

Com a dura sequência de jogos no Campeonato Brasileiro, com partidas de quarta e domingo, o Palmeiras continuou os preparativos  para enfrentar o Grêmio na Arena do adversário, às 21h45 desta quarta-feira (6). O elenco treinou na Academia de Futebol na tarde desta terça-feira (05), sob comandos de Roger Machado, mas apenas a parte de aquecimento foi liberado para a imprensa. 

Antes da atividade, porém, o meio-campista Moisés foi escolhido para falar com a imprensa. Uma das peças importantes para a vitória por 3 a 1 contra o São Paulo no sábado (02) e recuperado de lesão, ele espera ter novas oportunidades de jogar os 90 minutos a partir de agora, já que se diz preparado para isso.

“Eu estou muito bem e recuperado do jogo, o cansaço que bate é natural, mas dá tempo de recuperar. Espero conseguir jogar os 90 minutos caso eu comece o jogo, mas vai muito das características do jogo. Se o jogo é menos intenso, você sai na frente e consegue controlar a partida, aí você consegue ficar os 90 minutos. Agora, se a partida é muito disputada, o nível de intensidade é maior, e aí você se desgasta mais. Se eu terei uma sequência como titular ou não, eu não sei, mas estou preparado para ajudar da melhor forma”, disse.

Moisés teve que falar um pouco sobre os momentos em que não pôde atuar pelo time alviverde, prejudicado por um histórico recente de lesões. No início de 2018, ele teve uma pré-temporada maior, para se recuperar melhor da cirurgia feita no joelho no ano passado, mas isso não foi o suficiente para que ele não se machucasse novamente, já que na partida contra o Atlético-PR, no dia seis de maio, Moisés sofreu um estiramento na coxa e a previsão de retorno era só depois da Copa. Felizmente, ele retornou antes aos gramados.

"Nunca tive esse histórico de lesão, por incrível que pareça eu comecei a me machucar agora. Isso é decorrente de trauma, pancada, não tem como evitar isso durante o jogo. Depois disso, tive duas lesões musculares. Foram apenas quatro lesões, mas duas foram muito longas. Sempre me recuperei rápido e fico feliz por isso. Eu faço a minha parte, mas o Palmeiras tem um centro de excelência que facilita a recuperação. O que eu tenho de fazer é aproveitar ao máximo e vir trabalhar para que as coisas aconteçam da melhor maneira”, explicou.

Quando eu me machuco, eu fico uns dois dias bem para baixo porque é muito ruim você se machucar. Eu fico bem cabisbaixo, mas aí entram alguns fatores, que são a família, a minha mulher e os meus filhos, os meus pais e os meus amigos. Começa um trabalho psicológico, isso vai te dando força e você começa a se reerguer. O Palmeiras também tem um centro de excelência com profissionais bem capacitados e facilita a recuperação. Da minha parte, o que eu posso fazer é usufruir de toda essa estrutura e dos profissionais que o Palmeiras tem”, contou.

O meio-campo também falou um pouco sobre o que o elenco espera do jogo de amanhã. “Estou imaginando um grande jogo, é essa a expectativa de todos. Amanhã (quarta), todos vão querer assistir a este jogo pela qualidade das duas equipes. Os dois times chegam motivados e confiantes. O Grêmio conhece o estilo do Roger de trabalhar, e o Roger sabe muito bem as características dos jogadores de lá e o esquema. Será um quebra-cabeça legal, um jogo muito interessante”

Por fim, ele também foi perguntado sobre o último triunfo, contra um dos maiores rivais do Palmeiras, e o jogador exaltou o trabalho da equipe: “A vitória foi muito importante, um clássico, um rival que vinha de um bom momento e a gente o contrário disso, e nós conseguimos, dentro do jogo, reverter uma situação que não é fácil. A gente fica muito feliz pelo jogo em si. Muita gente falou somente do segundo tempo, mas o primeiro não considero ruim, o São Paulo conseguiu fazer o gol em uma infelicidade nossa”, finalizou o meio-campista.

VAVEL Logo

Sociedade Esportiva Palmeiras Notícias

há 17 dias
há 17 dias
há 17 dias
há 19 dias
há 19 dias
há 20 dias
há 21 dias
há 23 dias
há 23 dias
há 23 dias
há 24 dias