Roger Guedes dá show e Atlético-MG goleia Fluminense

Após primeiro tempo disputado, Galo é superior na etapa final e vira vice-líder do Campeonato Brasileiro

Roger Guedes dá show e Atlético-MG goleia Fluminense
Foto: Bruno Cantini / Atlético
Atlético-MG
5 2
Fluminense
Atlético-MG: VICTOR; PATRIC, LEONARDO SILVA (BREMER), GABRIEL E FÁBIO SANTOS; ADILSON, GUSTAVO BLANCO (ELIAS), TOMÁS ANDRADE E CAZARES (LUAN); ROGER GUEDES E RICARDO OLIVEIRA. TÉCNICO: THIAGO LARGHI
Fluminense: JÚLIO CESAR; LUAN PERES, IBAÑEZ E NATHAN RIBEIRO; GILBERTO (SORNOZA), RICHARD, JADSON, DOUGLAS E AYRTON LUCAS (JOÃO CARLOS); MATHEUS ALESSANDRO (PABLO DYEGO) E PEDRO. TÉCNICO: ABEL BRAGA
Placar: GILBERTO (28'1ºT - 0 X 1), LEONARDO SILVA (34'1ºT - 1 X 1), ROGER GUEDES (45'1ºT - 2 X 1), PEDRO (47'1ºT - 2 X 2), TOMÁS ANDRADE (18'2ºT - 3 X 2), RICARDO OLIVEIRA (41'2ºT - 4 X 2) E ROGER GUEDES (49'2ºT - 5 X 2)
ÁRBITRO: ÁRBITRO: FLAVIO RODRIGUES DE SOUZA (SP) / ASSISTENTES: ALEX ANA RIBEIRO (SP) E TATIANE SACILOTTI DOS SANTOS (SP)
INCIDENCIAS: DUELO VÁLIDO PELA 11ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2018, NO INDEPENDÊNCIA (MG)

Em duelo válido pela 11ª rodada, Atlético-MG e Fluminense protagonizaram um dos melhores jogos do Campeonato Brasileiro 2018, no Independência. Em grande dia de Roger Guedes, o Galo goleou por 5 a 2 e assumiu a vice-liderança.

Antes do jogo, o Atlético tinha três pontos de vantagem para o Tricolor e, jogando em casa, tinha a confiança por ter vencido o clássico contra o América-MG, enquanto o Fluminense vinha pressionado após jogar mal e perder na última rodada para o rival Flamengo. Por isso, Abel antecipou a volta de Ayrton Lucas e Pedro ao time, que vinham desfalcando o tricolor por lesão, para tentar surpreender no Horto.

O jogo começou com o Atlético pressionando o tricolor e, logo no primeiro minuto, Ricardo Oliveira finalizou dentro da área e Júlio César fez uma grande defesa. O Tricolor, a partir dos dez minutos começou a controlar o jogo e aos treze, Douglas pegou uma rebatida e chutou por cima do gol de Victor.

A posse de bola que era de 70% para o Galo, se transformou em 50/50 e o jogo foi corrido, com ambos os times buscando o gol. Aos 2/, Douglas chutou de fora da área e a bola acaba desviando na zaga, indo para escanteio. Na cobrança do escanteio, feita pelo próprio Douglas, o lateral Gilberto acabou dando uma ombrada na bola e ela encobriu Victor, pegando o goleiro de surpresa, fazendo 1 a 0 para o Fluminense.

Após o gol, Pedro teve uma oportunidade de longe e Ricardo Oliveira parou novamente no goleiro Júlio César. O Atlético empolgou e cinco minutos depois empatou. Em cruzamento feito por Cazares, Leonardo Silva cabeceou no travessão, na sequência da jogada, Patric cruzou na área novamente e o zagueiro Leonardo Silva, livre, empatou. 

Após o gol, o time da casa, empurrado pela torcida, tentou pressionar a saída de bola tricolor e aos quarenta e cinco, Roger Guedes pegou uma sobra dentro da área e finalizou no ângulo de Júlio César, virando para o Galo, mas não deu para comemorar por muito tempo. Na saída de bola, Richard cruzou, Patric falhou e Pedro, que estava duas rodadas ausente, finalizou forte no canto esquerdo de Victor e empatou: 2 a 2.

No segundo tempo, Abel Braga colocou em campo Pablo Dyego e o atacante deu mais velocidade ao time. Aos três minutos, em um contra-ataque rápido, Jadson cruzou e Pedro de voleio mandou no travessão. O Galo, por sua vez, teve a entrada de Luan no lugar do vaiado Cazares e conseguiu neutralizar os avanços do time visitante. 

Aos doze, Tomás Andrade finalizou de fora da área na trave, a bola bateu nas costas de Júlio César e voltou a bater na trave. A partir desse lance, o Tricolor não viu mais a cor da bola. Seis minutos depois, Tomás Andrade marcou para o Galo após cobrança de escanteio. O argentino pegou de direita na entrada da área e deixou o goleiro tricolor estático no meio do gol.

Pedro chegou a  perder um gol na pequena área, após um passe de cabeça de Richard, mas o atacante desviou para fora. Abel colocou João Carlos e Sornoza em campo e deixou dois atacantes de área. O time não conseguiu penetrar na área do time da casa e começou a dar contra-ataque para o Atlético.

Aos 42, após falta cometida por Richard em Roger Guedes, na entrada da área, Ricardo Oliveira marcou o quarto para o time mandante, após chutar no ângulo do goleiro tricolor. O Fluminense, cansado, sentiu o golpe e, aos 48, Ricardo Oliveira serviu. Roger Guedes, que deixou Nathan Ribeiro no chão e marcou outro golaço no Horto: 5 a 2. O artilheiro do campeonato foi ovacionado pela torcida e marcou seu oitavo gol no Campeonato Brasileiro.

O Atlético pulou para a segunda colocação, com vinte pontos, enquanto o Fluminense caiu para a 11ª colocação, com quatorze pontos.

Na próxima rodada, o Galo recebe o Ceará no Independência, às 21h45, enquanto o Fluminense recebe o Santos, às 19h, na última rodada antes da paralisação do campeonato para a Copa do Mundo.