Com apenas quatro jogos no comando, Marcos Paquetá sofre pressão interna no Botafogo
(Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo)

Com apenas quatro jogos no comando, Marcos Paquetá sofre pressão interna no Botafogo

Há pouquíssimo tempo no cargo, o treinador sofre questionamentos e terá semana decisiva pela frente

CaioCarvalho97
Caio Carvalho

O começo do trabalho de Marcos Paquetá no Botafogo não é nada animador. Em quatro jogos disputados, foram três derrotas e apenas uma vitória, o que culmina em um aproveitamento de apenas 25%. Há quem diga que com esse pequeno tempo desde sua chegada nada pode ser feito ou concluído, mas também existem aqueles que já questionam o treinador e que inclusive pedem sua saída. E esse movimento vem crescendo. 

Nos últimos dias, a hashtag #foraPaquetá foi muito utilizada nas redes sociais, evidenciando o descontentamento da torcida alvinegra com o comandante. Entretanto, o ponto principal é que, conforme apurou o GloboEsporte.com, Paquetá já balança internamente também. O grupo político da atual diretoria, o "Mais Botafogo", já mostra impaciência e incômodo com os maus resultados e com o rendimento ruim dentro de campo. 

Depois de 14 temporadas no exterior, o treinador voltou para o Brasil com o desafio de substituir Alberto Valentim, que foi para o Egito. Anderson Barros e Gustavo Noronha, gerente e vice-presidente respectivamente, são de alta influência no futebol alvinegro e tiveram grande participação na vinda de Paquetá. Porém, o nome do técnico de 59 anos não foi unanimidade em momento nenhum e a escolha não foi feita em consenso. Barros já havia trabalhado com Paquetá no Flamengo

Um ponto a ser analisado é a falta de costume do comandante com a intensidade da temporada brasileira. Os campeonatos no mundo árabe e das seleções são curtos, o que faz com que Paquetá tenha poucos jogos na carreira, apesar de estar há muitos anos nesse meio. Suas experiências antes de chegar ao Botafogo são totalmente contrárias ao que se vive aqui, já que o futebol brasileiro mescla jogos no meio da semana e no fim de semana quase sempre. 

Tendo sua experiência como maior aposta do clube carioca, Paquetá não apresenta números convincentes em sua carreira. Confira agora alguns dados do Transfermarkt.pt, com as partidas disputadas à frente do alvinegro inclusas. 

Jogos: 72

Vitórias: 29

Empates: 12

Derrotas: 29 

Após a contundente derrota contra o Internacional, onde novamente o Botafogo apresentou uma atuação aquém do esperado, o técnico balançou mais do que nunca, e os dois jogos dessa semana poderão ser decisivos para sua manutenção no cargo. O primeiro desafio é nesta quarta-feira (1) fora de casa contra o Nacional-PAR, às 19h30 (de Brasília), em confronto válido pela Sul-Americana. Vale ressaltar que, contando com esse jogo, será a quarta vez em cinco partidas que o glorioso atuará longe de seus domínios. Já no próximo sábado, enfrentará o Santos, no Nilton Santos, às 16h (de Brasília), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro

VAVEL Logo