Loss lamenta expulsão de Gabriel no Corinthians: "Tinha tudo para ser um grande segundo tempo"

Camisa 5 alvinegro foi expulso com oito minutos do segundo tempo, deixando o Corinthians com um a menos em campo em um momento em que Osmar Loss corrigia os erros da primeira etapa

Loss lamenta expulsão de Gabriel no Corinthians: "Tinha tudo para ser um grande segundo tempo"
Técnico vê boas chances em virada em São Paulo (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

O Corinthians saiu atrás na briga por uma vaga nas quartas de final da Libertadores e foi derrotado pelo Colo-Colo no Chile, na última quarta-feira (8). Após a derrota, o técnico Osmar Loss concedeu entrevista coletiva na área de imprensa do Estádio Monumental de Santiago e falou sobre suas perspectivas para o confronto da volta. A derrota para os chilenos significa uma interrupção na retomada positiva que a equipe vinha fazendo ao ficar quatro jogos sem saber o que era perder.

De início, Loss comentou sobre como a equipe do Corinthians se portou no jogo. Logo nos primeiros instantes, se mostrou agressiva e pressionou o Colo-Colo, mas perdeu o ritmo, o que fez os donos da casa crescerem em campo.

"Acho que foi um jogo de dois momentos distintos. Tivemos o controle da bola e tiramos o ímpeto do Colo-Colo no início. Mas, em determinado momento, acabamos perdendo um pouco isso e oferecemos demais a profundidade, deixamos de ter ações ofensivas", revelou. 

Na segunda etapa, quando o técnico havia acertado pontos no vestiário para serem corrigidos nos 45 minutos finais, o Timão teve o meio-campista Gabriel expulso após falta no jogador do Colo-Colo, Carmona.

"Tinha tudo para ser um grande segundo tempo, mas perdemos um jogador e aí eu acho que tivemos um comportamento extremamente positivo na fase defensiva", comentou o treinador que colocou o zagueiro Léo Santos como meio-campista, função que já vinha sendo treinada na ausência de Ralf, que se recupera de lesão.

Quando questionado sobre a atuação do goleiro Cássio, que evitou um placar maior, executando ao menos três defesas de alto grau de dificuldade, Loss se mostrou otimista com o jogo de volta que acontece no próximo dia 29 e enalteceu a boa fase do camisa 12.

"O Cássio teve uma atuação muito interessante. É um jogador de seleção brasileira. Ele teve uma atuação que realmente nos ajudou a manter o placar mínimo que nos coloca em totais condições de reverter na Arena", pontuou

Ao final da coletiva, Loss foi perguntado por jornalistas chilenos sobre a dificuldade que o Corinthians tem em superar adversários de maior peso. Como resposta, o treinador pregou otimismo para o jogo de volta elogiando a sequência que a equipe vem tendo no Brasil.

"Acho que não falta nada (para vencer partidas grandes). Estamos em um processo de evolução, estamos melhorando. Tivemos muitas saídas de jogadores e nosso rendimento pós-Copa é muito bom. Vir aqui enfrentar o Colo-Colo e jogar praticamente 40 minutos com um homem a menos, acho que construímos uma boa partida. Acho que não falta nada, e vamos vencer jogos importantes. Esperamos vencer o Colo-Colo", finalizou.