Renê e Paquetá entram na Seleção do Brasileirão; Éverton Ribeiro e Cuéllar também são premiados
(Foto: Lucas Figueiredo/ CBF)

Renê e Paquetá entram na Seleção do Brasileirão; Éverton Ribeiro e Cuéllar também são premiados

Na premiação realizada pela CBF, os quatros jogadores rubro-negros foram premiados; o camisa 7 levou o gol mais bonito, o colombiano foi eleito o "Craque da Galera" e Dany Helena foi destaque no feminino

rafalisboa
Rafael Lisboa

Após o término do Brasileirão, a premiação dos melhores do campeonato, realizada na sede da CBF, na Barra da Tijuca, ocorreu na noite dessa segunda-feira (3). O vice-campeão Flamengo foi representado em quatro categorias.

+ Campeão Palmeiras domina Seleção VAVEL do Brasileirão 

Na Seleção do torneio, Renê foi eleito o melhor lateral-esquerdo. Contestado por parte da torcida durante parte do ano, o pernambucano definiu a regularidade como fator para ganhar o prêmio:

"Acho que a regularidade me fez conquistar esse prêmio e espero que daqui pra frente venham mais. Uma alegria imensa, sempre tive vontade de receber um prêmio como esse", afirmou.

Como um dos melhores meias, Lucas Paquetá, destaque do Rubro-Negro no ano, e já vendido para o Milan-ITA. O jovem, cria do clube da Gávea, lamentou não ter conquistado o título nacional com o Flamengo, mas destacou a temporada de afirmação que teve no clube, sendo chamado até para a Seleção Brasileira, pelo técnico Tite:

"Um ano muito especial pra mim, um ano de afirmação na equipe do Flamengo de titular. Podendo estar fazendo um bom campeonato brasileiro, ajudando o Flamengo a brigar pelo titulo, apesar de não ter conquistado. Vale ficar guardado toda temporada que fizemos e estou muito feliz de estar aqui recebendo esse prêmio".

Outros dois jogadores rubro-negros foram premiados na cerimônia. O meia Éverton Ribeiro levou o prêmio de gol mais bonito do torneio, pelo golaço marcado contra o Cruzeiro, na 37ª rodada. Já o volante Cuéllar foi eleito, em votação popular, o "Craque da Galera", com 47,9% dos votos. O colombiano foi a única ausência na sede da CBF, pois estava fora do país. 

Pela primeira vez na premiação da CBF, o futebol feminino teve destaque, e também teve jogadora rubro-negra premiada. A atacante Dany Helena, do Flamengo-Marinha, foi eleita a melhor atacante e também foi a artilheira da edição do Brasileiro Feminino.

VAVEL Logo