Em confronto direto pelo acesso, CRB enfrenta Atlético-GO com necessidade de vitória
Foto: Vitor Silva/Atlético-GO

A missão do CRB no restante do Campeonato Brasileiro da Série B 2019 não é nada fácil. Com apenas um ponto conquistado nos dois últimos confrontos fora de casa, o Galo vai precisar vencer os cinco jogos restantes na competição nacional e torcer por tropeços dos principais concorrentes para atingir a meta de retornar à elite do futebol brasileiro depois de 35 anos. Diante da missão complicada, o time entra em campo às 19 horas deste sábado (8) para enfrentar o Atlético-GO no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, pela 34ª rodada da segunda divisão.

A situação do Dragão é bem mais fácil. Depois de uma sequência de jogos com muita instabilidade, o time voltou a vencer e ganhou um pouco mais de tranquilidade no G-4, e uma vitória pode deixar os goianos próximos de subir. O clube rubro-negro soma 54 pontos e está na quarta posição, enquanto os alvirrubros estão no décimo lugar, com 47 pontos.

Mudanças em todos os setores

O CRB deixou escapar pontos preciosos nesta reta final de campeonato. Diante do Oeste e do Cuiabá, somou apenas um ponto, foi goleado e teve números completamente negativos nas duas partidas disputadas longe de seus domínios. O desempenho em casa não é bom, o time é um dos piores mandantes da Série B, mas é o fator casa que poderá manter as possibilidades de acesso ou eliminar qualquer pretensão na temporada. Para isso, o time se apega ao resultado do primeiro turno, quando, em um lance isolado, garantiu a vitória por 1 a 0.

O técnico Marcelo Cabo vai precisar mexer no time. O goleiro Andrey sofreu lesão no pé esquerdo, enquanto o zagueiro Edson Henrique e o meia Alisson Farias cumprem suspensão pelo recebimento do terceiro cartão amarelo. O zagueiro Victor Ramos volta de lesão e disputa uma vaga de titular na defesa com Ewerton Páscoa. Iago deve ser escalado no ataque para suprir a ausência de Alisson Farias e Edson Cariús deve jogar como referência ofensiva, com Léo Ceará escalado pelo lado direito de ataque. A boa notícia fica por conta do goleiro Edson Mardden. Liberado pelo departamento médico depois de se recuperar de lesão no joelho, o arqueiro entra de primeira.

Foto: Gustavo Henrique/CRB
Foto: Gustavo Henrique/CRB

O comandante regatiano afirmou que os resultados negativos deixaram o Regatas com um panorama bastante complicado, mas que o acesso é possível e todos no grupo trabalham com esse objetivo. O treinador também afirmou que, no momento, o jogo contra o Atlético-GO é o mais importante da temporada.

“Enquanto tiver chance, vamos buscar. Se vence o Atlético-GO e o Coritiba perde, fica a três pontos do G-4. A gente precisa fazer a nossa parte. Se a matemática permite continuar acreditando, nós vamos acreditar. Temos que jogar todas as fichas e buscar essa vitória a qualquer preço dentro de casa, temos que dar uma resposta imediata e vencer a grande equipe do Atlético-GO. A gente precisa respeitar o Atlético-GO, mas precisa ser forte como o CRB sempre foi dentro de casa”, afirmou.

Força máxima e manutenção de titulares

Um peso gigantesco das costas foi tirado com a vitória sofrida do Atlético-GO diante do Londrina. Foi um triunfo que deu uma importante sobrevida ao clube, que permitiu estar garantido no G-4 por mais algumas rodadas. Diante do CRB, o objetivo é buscar novo triunfo como visitante e devolver os pontos perdidos para o time alagoano em casa.

Foto: Vitor Silva/Atlético-GO
Foto: Vitor Silva/Atlético-GO

O técnico Eduardo Barroca tem força máxima à disposição e tem grandes possibilidades de repetir a escalação inicial pela terceira rodada consecutiva. Embora o goleiro Maurício Kozlinski passe por intensas cobranças depois de falhas nos últimos jogos, o treinador atleticano bancou a permanência do arqueiro, explicou que tem total confiança no atleta e falou sobre como imagina o duelo contra os regatianos na capital alagoana.

“Kozlinski é um jogador que tem a minha confiança, é experiente e tem a confiança de todo mundo. A tendência é que o CRB entre com um estado de alerta muito maior por tudo o que aconteceu no último jogo deles, por jogar em casa e que vai jogar todas as suas fichas nessa partida. A gente precisa começar o jogo muito forte, pois é um adversário direto e, a gente vencendo, dificilmente eles alcançarão nossa pontuação”, afirmou.

_________________________________________________________________________

CRB – Edson Mardden; Daniel Borges, Victor Ramos (Ewerton Páscoa), Wellington Carvalho e Igor Cariús; Claudinei e Lucas Siqueira (Dirceu Lucas); Léo Ceará, Elton e Iago; Edson Cariús. Técnico: Marcelo Cabo.

Atlético-GO – Kozlinski; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Nicolas; Nathan, Moacir e Jorginho; Mike, Pedro Raul e Aylon. Técnico: Eduardo Barroca.

Arbitragem – Anderson Daronco (FIFA/RS), auxiliado por José Eduardo Calza (CBF/RS) e por Michael Stanislau (CBF/RS), com José Reinaldo Figueiredo da Silva Filho (CBF/AL)

VAVEL Logo