Piores times do Brasileirão, Avaí e Chapecoense fazem último clássico catarinense do ano
Foto: Márcio Cunha/Chapecoense

Depois de um início de ano favorável, Avaí e Chapecoense não conseguiram competir em alto nível no Campeonato Brasileiro. Os dois piores times da competição se enfrentam neste domingo (24) pela 34ª rodada na Ressacada, em Florianópolis, a partir das 19h.

As equipes se enfrentaram três vezes esse ano, com uma vitória para cada e um empate. No primeiro turno do Brasileirão, Everaldo fez o gol da vitória da Chapecoense por 1 a 0. Antes, o Avaí havia vencido a final do Campeonato Catarinense nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal. No geral, as equipes se enfrentam 154 vezes, com 55 vitórias para cada lado, e 44 empates.

A arbitragem em Florianópolis será de Raphael Claus, que será auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Anderson José de Moraes Coelho. A equipe do VAR será formada por Jose Claudio Rocha Filho, Vinicius Furlan e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa, todos de SP.

Avaí busca primeira vitória desde setembro

O empate por 0 a 0 com o Cruzeiro na última rodada sacramentou o rebaixamento do Avaí à Série B, mas quebrou uma sequência de oito derrotas seguidas do Leão. Com somente 18 pontos em 33 rodadas, o time busca uma vitória no clássico contra a Chape para tentar melhorar seus números na competição - são apenas três vitórias até agora.

O Leão tem vários desfalques por conta de lesão, fato que vem se repetindo nessa reta final de competição. A lista é composta pelo zagueiro Betão, os laterais Léo e Iury, os meio-campistas Mosquera e Douglas, e os atacantes Daniel Amorim, Bruno Sávio, Matheus Lucas e Jonathan. João Paulo, artilheiro do time no Brasileirão com quatro gols, volta de suspensão e deve iniciar entre os titulares.

O técnico Evando, que não conseguiu nenhuma vitória desde que assumiu o Avaí, destaca que os jogadores, apesar da péssima campanha, precisam se esforçar o máximo nesse fim de campeonato para terminar o ano com dignidade.

"Eles têm que jogar pela honra, dignidade, profissionalismo, oportunidade. É o melhor campeonato do país, estamos tristes pelo insucesso, mas temos que aproveitar a oportunidade que a vida não traz. Talvez alguns desses atletas não terão mais chances de atuar em um torneio desse nível. Não sabemos o dia de amanhã", salientou.

A provável escalação do Avaí: Vladimir; Lourenço, Marquinhos Silva, Kunde, Igor; Luanderson, Richard Franco, Pedro Castro; João Paulo, Caio Paulista, Vinícius Araújo.

Chapecoense tem algumas mudanças

A Chapecoense reagiu na reta final do Brasileiro, mas provavelmente tarde demais para evitar o rebaixamento. A vitória por 1 a 0 sobre o Ceará na última rodada foi apenas a segunda da Chape no returno. Nas últimas sete partidas, o Verdão conquistou nove pontos: duas vitórias, três empates e duas derrotas - essa média de resultados livraria o time do rebaixamento com tranquilidade.

Com 25 pontos, a Chape está a 11 do Cruzeiro, primeiro time fora do Z-4, e com apenas 15 pontos a serem disputados até o final do Brasileirão. Precisando de aproveitamento de 100% nas últimas cinco rodadas para sonhar com uma reviravolta inédita, o técnico Marquinhos Santos pede foco total para a 'decisão' em Floripa.

"Será um Avaí que não tem mais a responsabilidade na competição, faz um jogo mais solto. Em se tratando de um clássico é diferente e temos que nos portar diferentes. A vitória que nos interessa, respeitando e sabendo a dificuldade que é jogar lá, contra um time que vem pensando em 2020, formando elenco, em um cenário que o futebol catarinense infelizmente briga na parte de baixo da tabela. São duas grandes equipes do futebol brasileiro e do cenário estadual. Caráter de decisão e temos que encarar dessa maneira", afirmou.

Marquinhos não poderá contar com o volante Amaral, que atuou como zagueiro na última rodada. Maurício Ramos Hiago disputam uma vaga entre os titulares. Na lateral-direita, Renato, ex-Avaí, sentiu dores na panturrilha e deve ser substituído por Eduardo.

A provável escalação da Chapecoense: João Ricardo; Eduardo, Douglas, Maurício Ramos (Hiago), Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Campanharo, Camilo; Arthur Gomes, Roberto, Everaldo.

MEDIA: 5VOTES: 2
VAVEL Logo