Wagner Pires de Sá renuncia cargo da presidência do Cruzeiro
Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Mês de dezembro está sendo sinônimo de turbulência para o Cruzeiro. Após sete dias da saída do ex-gestor de futebol, Zezé Perrella, o presidente do Clube, Wagner Pires de Sá pediu renúncia do cargo, nesta quinta-feira (19).

+Conta chegou: Cruzeiro sofre com crises e vai disputar Série B em 2020

Através de uma nota, o time informou que o vice-presidente, Hermínio Francisco Lemos, também deixará o posto. Ambos entregarão na manhã desta sexta-feira (20) a carta ao presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, José Dalai Rocha.

De acordo com a Raposa, faltará a renúncia Ronaldo Granata, segundo vice-presidente. Em entrevista ao Superesportes, comentou que está aguardando o momento certo para ir assinar.

"Eu vi a informação das renúncias do Wagner e do Hermínio. Estou só aguardando um contato oficial do clube, do presidente do Conselho Deliberativo, para que eu possa ir até a sede administrativa. Só ligar que eu assino".

Confira a nota na íntegra

"O Cruzeiro Esporte Clube vem a público informar que o presidente do Clube, Wagner Pires de Sá, e o 1º vice-presidente, Hermínio Francisco Lemos, assinaram na tarde desta quinta-feira a carta de renúncia aos seus respectivos cargos no Clube Celeste.

O Clube ainda comunica que na manhã desta sexta-feira ambos farão a entrega da carta ao presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, José Dalai Rocha.

Portanto, ficará faltando a carta de renúncia do segundo vice-presidente, Ronaldo Granata".

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo