No último lance, Botafogo-PB vence CSA e assume liderança provisória do Grupo A
Foto: Augusto Oliveira/CSA

O CSA continua sem saber o que significa conquistar uma vitória na Copa do Nordeste. O público que compareceu ao Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, na noite deste domingo (17), viu novamente os mesmos defeitos, embora a equipe tenha apresentado uma ligeira evolução. O problema é que o jogado não foi convertido em três pontos. Pior, diante do Botafogo-PB, viu os visitantes marcarem no minuto final e garantirem a vitória por 1 a 0, com gol marcado por Dico. O confronto foi válido pela quarta rodada do Nordestão.

Mais necessitado do resultado, o CSA partiu ao campo de ataque logo nos primeiros minutos, mas, sem um meia que soubesse armar e desenvolver as jogadas, a dificuldade era enorme. Além disso, muitos toques para os lados sem nenhuma objetividade. Restavam os lances de bola parada. Logo aos dois minutos, Rafinha cobrou falta da intermediária e mandou por cima da meta. Aos nove, outra tentativa do lateral-esquerdo e o goleiro Samuel caiu no canto para fazer a defesa. Do outro lado, o Botafogo priorizou mais neutralizar o adversário, o que não era tão complicado de se fazer quando não se tinha do outro lado um jogador que apresentasse um comportamento mais arisco. Nas poucas vezes que chegou ao ataque, não levou perigo. Os alagoanos ainda tiveram mais duas boas chances. Na primeira, Allano recebeu, entrou na área, passou pelos zagueiros e chutou rasteiro. A bola bateu na trave, passou pela linha e saiu. Aos 36, Diego Maurício recebeu de Rodrigo Pimpão, passou por dois marcadores e mandou à esquerda de Samuel.

Insert YouTube Video

No segundo tempo, o técnico Evaristo Piza trocou as peças de ataque. A primeira impressão foi positiva, uma vez que o goleiro azulino Thiago Rodrigues fez sua primeira defesa aos seis minutos, em chute cruzado de fora da área. O Azulão do Mutange respondeu com Diego Maurício. Atacante recebeu na esquerda, trouxe por dentro e chutou rasteiro. Com o tempo, o técnico Eduardo Baptista fez mudanças para reorganizar o jogo e manter o time no ataque, mas o desempenho caiu. Com isso, a impaciência dentro de campo se juntou ao desgaste físico e à reclamação da torcida. De certa forma, favoreceu os visitantes. Cássio Gabriel cobrou escanteio e Luís Gustavo cabeceou muito bem para a ótima defesa de Thiago Rodrigues. Sem objetividade, o CSA não finalizava e foi castigado. No último minuto, Everton Heleno avançou pela direita e cruzou. A marcação azulina falhou e Dico cabeceou no canto esquerdo do goleiro para garantir mais uma vitória ao clube da Paraíba.

Com o resultado, o Belo assumiu a liderança isolada do Grupo A, com oito pontos ganhos e perde o primeiro posto se o Fortaleza vencer o Imperatriz. Por outro lado, a crise azulina não tem fim e o time segue na última posição do Grupo B, com apenas um ponto ganho e o pior desempenho entre os 16 clubes participantes. As equipes entram em campo na próxima quarta-feira (19). O CSA abre a quinta rodada do Nordestão às 19h30 e enfrenta o Bahia novamente no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL. O Botafogo, por sua vez, disputa o Clássico Emoção contra o Campinense às 20h15, no Estádio Governador Ernani Sátyro, o Amigão, em Campina Grande/PB, pelo Campeonato Paraibano.

VAVEL Logo