Exclusivo: goleiro do RB Brasil, Jordan realça quais são as expectativas da Red Bull para 2020
Foto: Israel Oliveira

Nesta terça-feira (25), Jordan Esteves conversou conosco da VAVEL Brasil e falou sobre a nova sensação do futebol brasileiro: Red Bull. O goleiro falou sobre a participação da empresa de energéticos no esporte, sua vontade de jogar fora do país e analisou as principais competições do RB Brasil.

A Red Bull segue com duas equipes no Brasil. Ambas em São Paulo. RB Brasil, que disputa o Campeonato Paulista Série A2, e o RB Bragantino, que está na elite do futebol brasileiro. Fundado em 2007, a primeira equipe da empresa no Brasil têm como objetivo, atualmente, revelar novos talentos para serem utilizados no Bragantino ou vendidos no mercado de transferências. Questionado sobre a eficiência das escolhas do grupo de investidores dentro de campo, Jordan respondeu:

“A Red Bull investe no esporte e não patrocina o esporte. É uma metodologia de mercado corporativo. Como toda empresa, precisa gerar lucros. Portanto, o trabalho é sempre com foco no crescimento contínuo. É difícil opinar sobre esta questão, até porque meu foco são dentro das quatro linhas. O que consigo falar é que aqui as coisas acontecem da melhor maneira e não nos falta nada para fazer nosso trabalho em campo. Então, só vejo pontos positivos dentro do que me compete”, disse.

A companhia investe em diversos setores esportivos. Desde esportes radicais, passando pelo automobilismo, até chegar no futebol. No ambiente futebolístico, há os seguintes times: RB Salzburg (AUS), RB Leipzig (ALE), New York RB (EUA), RB Bragantino e RB Brasil. Quando apresentada esta informação e perguntado sobre em qual time estrangeiro ele gostaria de jogar, Esteves foi cauteloso.

“Tenho muita vontade de jogar na Europa e fazer meu trabalho da melhor maneira. Um passo de cada vez. Primeiro penso em me consolidar por aqui e quem sabe um dia ter uma oportunidade em algumas das equipes lá de fora”.

O RB Bragantino disputa a elite do Campeonato Paulista e o RB Brasil a divisão de acesso, mas como o regulamento não permite que as duas equipes fiquem juntas no mesmo torneio, a equipe da divisão anterior não poderá subir de divisão. Porém, esta situação está difícil de acontecer. O Brasil está no 14° lugar com uma vitória, quatro empates, três derrotas e sete pontos em oito jogos.

“É basicamente a mesma coisa (que o Bragantino). Temos toda a estrutura a nossa disposição. Quanto às diferenças é que eles irão aproveitar o Brasil para dar mais minutagem para os mais jovens. Isso é muito importante para nós. As minhas expectativas são ótimas e espero aproveitar cada oportunidade. A Série A2 é extremamente competitiva. Muito mais que outros estaduais pelo Brasil. Não teremos uma tarefa fácil, porém, é uma grande chance de mostrarmos o nosso valor”, falou.

O próximo confronto do RB Brasil será contra o Votuporanguense, às 16h (de Brasília), no próximo sábado (29). A partida válida pelo Campeonato Paulista Série A2 será realizada no estádio Moisés Lucarelli.

VAVEL Logo