Auxiliar Lucas Silvestre lamenta erros na Vila Belmiro e foca na sequência do Athletico
Foto: Maurício Mano/Athletico

Após sete vitórias seguidas na temporada, o Athletico foi derrotado por por 3 a 1 para o Santos, neste domingo (16), na Vila Belmiro. Soteldo, Felipe Jonathan e Marinho marcaram para o Peixe, e Abner Vinícius descontou para o Rubro-negro na partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Para o auxiliar técnico Lucas Silvestre, que comandou a equipe na partida por causa do diagnóstico do seu pai e técnico Dorival Júnior, a derrota foi causada por causa de desatenções do Athletico.

Não conseguimos nos manter dentro do jogo, isso foi um dos grandes problemas. O jogo deu uma bela parada, de uns cinco ou seis minutos. Querendo ou não, o jogo dá uma esfriada. E aí você retorna e toma uma gol em seguida… A equipe, logicamente, acaba sentindo um pouco esse gol”, avaliou, após o jogo. “Era um jogo que até vínhamos com um controle no início dele e acabou se perdendo, praticamente dando o resultado de bandeja para o Santos, que tem uma boa equipe. Quando você erra contra uma grande equipe, que dentro de sua proposta fez e fez muito bem, infelizmente o resultado acaba escapando como foi hoje”, completou.

O auxiliar técnico contou como Dorival Júnior participou do jogo deste fim de semana. “O trabalho não muda em praticamente nada. O professor continua participando de praticamente todas as reuniões. Participou hoje do jogo ativamente. Infelizmente, ele não pode estar presente no estádio, mas continua fazendo o trabalho dele”, destacou.

O próximo jogo do Furacão será diante do Palmeiras, às 19h30 de quarta-feira (19), na Arena da Baixada. Silvestre projeta mais uma partida complicada.

Será mais um confronto difícil, um jogo bem estudado. Sabemos como as equipes do Luxemburgo jogam”, projetou Lucas Silvestre, que deve comandar novamente o time athleticano. “Vamos buscar reerguer os nossos atletas, porque será um grande confronto”, concluiu.

VAVEL Logo