Auxiliar-técnico elogia atuação contra o Inter e Evanilson garante foco: "Cabeça está só no Fluminense"
Foto: Lucas Merçon / FFC

Enfim, a primeira vitória do tricolor no Brasileirão. Na noite deste domingo (16), o Fluminense venceu de virada por 2 a 1 o Internacional em casa, no Maracanã, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do tricolor foram marcados ambos de pênalti pelo meio-campista Nenê, enquanto Paolo Guerreiro balançou as redes para os colorados.

O técnico Odair Hellmann foi “barrado” na entrada do Maracanã por suspeita de Covid-19, fazendo com que a equipe fosse comandada por Maurcio Dulac, o auxiliar-técnico. E Dulac, em coletiva pós-jogo, admitiu a surpresa com a situação.

“Essa situação pegou todos de surpresa. Fizemos todos uma preparação para o jogo. Estávamos todos concentrados nesse jogo que era importante para a nossa sequência. Na verdade, é uma questão que a gente não tem muita informação, ainda busca esse tipo de informação para aí poder tomar as medidas. Mas buscamos rapidamente passar para os jogadores o que tinha acontecido, concentrar no jogo que era o mais importante e poder fazer uma boa partida”, revelou o comandante dessa partida.

Na visão do auxiliar-técnico, o time melhorou após o gol sofrido, jogando de forma mais avançada e buscando levar mais perigo ao gol do Internacional.

Eu achei que tivemos dificuldade no começo do jogo, no que gostaríamos de ter feito. Queríamos jogar de forma mais compacta, mas acabamos levando um gol, de forma estranha, onde falta atenção para não levar um gol desse. Rapidamente fizemos uma mudança no esquema tático, avançando mais o time e conseguimos fazer um bom restante de primeiro tempo. No segundo tempo tivemos superioridade no jogo. Tendo a posse de bola e conseguindo criar. Os jogadores foram importantíssimos entendendo o que a gente quer dentro de campo”, resumiu Marcelo Dulac.

Sondado por gigante europeu, Evanilson fez o dele

Evanilson, um dos principais nomes do time no ano, garantiu foco no tricolor quando perguntado sobre a proposta que teria recebido do grupo que comanda o Manchester City.

“Eu não pude fazer o gol, mas fico feliz em ajudar a equipe. Eu fico mais feliz pelos três pontos. Quanto a essa proposta, minha cabeça está só no Fluminense. Graças a Deus, está dando tudo certo”, despistou o atacante revelado em Xerém.

Fala, Julião!

O lateral-direito Igor Julião, titular absoluto desde a saída de Gilberto, ficou satisfeito com a força mental que a equipe demonstrou para virar a partida.

Sabíamos que seria um jogo difícil. Dos três que tivemos, tínhamos certeza que esse seria o mais intenso. E sair atrás no placar dificultou mais ainda. Mas nossa reação foi bacana, a virada foi muito importante para nós. Essa virada de hoje poderia ter acontecido nos outros jogos, mas foi legal a resposta mental, com calma. Merecíamos até ter saído com mais gols. É importante para dar moral para os próximos jogos”, afirmou o jogador de 25 anos.

O próximo desafio do Fluminense será contra o Bragantino fora de casa, no Estádio Nabi Abi Chedid, às 19h15 da quarta-feira (19). Já o Internacional volta a campo contra o Atlético Goianiense às 20h30 do mesmo dia.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo