Estratégia de Felipe Conceição supera Fluminense e Red Bull Bragantino conhece primeira vitória no Brasileirão
Alerrandro comemorando o primeiro gol da partida (Foto: Divulgação/ Brasileiro)

Com objetivos distintos, Red Bull Bragantino e Fluminense se enfrentaram nesta quarta-feira (19), no Nabi Abi Chedid, pela quarta rodada do Brasileirão. O time de Bragança Paulista buscava a primeira vitória no Campeonato Brasileiro, enquanto o Tricolor queria manter a sequência positiva de dois jogos sem perder. Com gols de Alerrando e Luis Phelipe, o Braga venceu por 2 a 1. Nenê marcou para os cariocas.

Gols relâmpagos e toque de bola contra futebol vertical

O Red Bull Bragantino precisou de apenas 56 minutos para balançar as redes. Matheus Jesus arriscou um balaço de longe, Muriel queimou roupa e Alerrando aproveitou a sobra para inaugurar o marcador. Como resposta, o Fluminense precisou de um minuto para deixar tudo igual. Após tabela com Evanilson, Nenê mandou uma chapada de fora da área. A bola foi no canto de Cleiton e o jogo começou a todo vapor. 1 a 1 no placar.

Após o começo eletrizante, as equipes passaram a se portar conforme às expectativas: enquanto o Braga trocava passes e tentava chegar à meta adversária, o Flu apostava no jogo vertical. Aos sete minutos, os visitantes tiveram grande chance de virar o jogo. Nenê acertou belo passe para Evanilson, que dominou e finalizou, mas Cleiton, com a ponta do pé, fez bela defesa e mandou para escanteio.

Os mandantes voltaram a levar perigo da maneira como costumam jogar: paciência, bola no chão e troca de passes. Artur fez ‘um dois’ com Claudinho, saiu na cara do gol e desviou de bico. A bola saiu pelo canto esquerdo de Muriel e explodiu na rede do lado de fora.

A marcação alta do Red Bull Bragantino fez com que o Fluminense não conseguisse sequer ultrapassar do meio de campo. Quando os cariocas conseguiram respirar e buscavam a virada, encontravam dificuldades para ultrapassar as duas linhas de quatro do Braga. No primeiro tempo, o Tricolor deu apenas quatro finalizações e teve somente 41% da posse de bola.

Mudança de tática e gol de estreante

Os primeiros 15 minutos do segundo tempo foram distintos do que os times apresentaram na primeira etapa. Faltas, cartões amarelos e passes incompletos predominaram na segunda etapa. O Braga retornou mais tímido a campo. Preocupado com contra-ataques, os mandantes se fecharam e passaram a apostar na velocidade dos pontos para chegar à meta adversária.

Odair Hellmann optou por mudanças para alterar a maneira do time jogar. Aos 19 minutos, Nenê saiu e cedeu lugar a Paulo Henrique Ganso. O técnico tirou o autor do gol que atuava como ponta e apostou no meio-campista para que o time segurasse mais a bola no campo de ataque. No entanto, a entrada da camisa dez deu efeito totalmente distinto às pretensões do treinador.

O Braga ficou à frente do marcador aos 37 minutos. Em lance de contra-ataque, Tubarão partiu para a linha de fundo, mas foi desarmado por Egídio. Pressionando a saída de bola, o próprio camisa 20 recuperou a bola do lateral-esquerdo do Flu. O atacante rolou para Luis Phelipe no meio da área, que dominou e mandou no canto esquerdo do gol. Este foi o primeiro jogo do atleta com a camisa do Red Bull Bragantino e já balançou as redes.

O gol que colocou os mandantes na vantagem deixou o time mais confortável. A equipe passou a trocar mais passes, fazer tabelas e chegar à meta adversária com paciência. Aos 42 minutos, a bola explodiu na mão de Nino e o árbitro marcou pênalti. No entanto, após consultar o VAR, o lance foi anulado por impedimento de Tubarão no início da jogada.

Como fica a tabela?

O Red Bull Bragantino conheceu sua primeira vitória na competição e assume a oitava colocação, com cinco pontos. O Fluminense cai para a 12ª e mantém os quatro pontos conquistados.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Próximos confrontos

O Red Bull Bragantino volta a jogar pelo Brasileirão no próximo domingo (23), às 16h, no Nabi Abi Chedid, contra o Coritiba. O Fluminense segue na maratona de jogos fora de casa e viaja a Curitiba no sábado (22) para enfrentar o Athletico Paranaense, às 16h.

VAVEL Logo