Avaí tira invencibilidade do Operário e vence segunda consecutiva na Série B
Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC

Depois de três derrotas em sequência, o Avaí começa a embalar na Série B. Nesta quarta-feira (2), o Leão venceu a segunda seguida no campeonato e tirou a invencibilidade do Operário. Pedro Castro e Daniel Amorim marcaram os gols da vitória azurra, pela sétima rodada.

O Operário começou a partida mais perigoso, mas os erros na defesa foram decisivos para que o time fosse para o intervalo em desvantagem. Mesmo tendo mais finalizações - sete a seis -, e mais posse de bola - 54% -, o Fantasma viu o Avaí abrir boa vantagem.

Aos dois, após cruzamento de Julinho, Bonfim subiu alto e cabeceou colocado, mas Frigeri fez a primeira grande defesa do jogo. Seis minutos depois, Julinho tocou para Thomaz, que fez um corta-luz, e a bola sobrou limpa para Schumacher, que recebeu dentro da área e chutou cruzado, muito perto da trave.

Aos 12, porém, o Avaí foi fatal. Em saída errada do goleiro Rodrigo Viana, Valdívia pegou o rebote dentro da área e cruzou rasteiro; a bola passou por Daniel Amorim, mas Pedro Castro apareceu pressionado por Bonfim e mandou para o gol: 1 a 0.

A partir daí, o Avaí conseguiu controlar o Operário e não correu mais muitos riscos. A única chance do Fantasma até o final da partida foi aos 17. Thomaz carregou da direita para o meio, arriscou de longe e Frigeri se esticou para mandar para escanteio.

Administrando bem a vantagem, o Avaí aproveitou outro erro da saída de bola do Fantasma para ampliar. Aos 37, Arnaldo conseguiu ótimo cruzamento da direita e encontrou Daniel Amorim, que cabeceou muito bem no canto esquerdo e ampliou a vitória na Ressacada: 2 a 0.

Com as entradas de Roger e Maranhão no segundo tempo, o técnico Gerson Gusmão colocou o Operário mais a frente, mas, apesar do 72% de bola no segundo tempo, o time teve poucas chances. A melhor delas veio aos três: Roger recebeu de Maranhão dentro da área, finalizou no canto do goleiro e carimbou a trave de Frigeri.

O Avaí teve muita tranquilidade e eficiência para administrar a vantagem e, administrando o elenco com as alterações, o time do técnico Geninho não sofreu muitos riscos.

Já na reta final, com o Operário se lançando mais a frente, o jogo ficou mais aberto. Aos 42, Lourenço recebeu bola atravessada por Leonan, ajeitou e encheu o pé, mas parou em Rodrigo Viana. Já aos 46, Roger cruzou da direita, Douglas Coutinho finalizou mascado de canhota e mandou com perigo, à esquerda do gol, na última chance perigosa da partida em Floripa.

Classificação e próximos compromissos

Com a segunda vitória seguida, o Avaí sobe para o décimo lugar, com nove pontos, ainda com um jogo a menos. Já o Operário cai para a quinta colocação, com 12 pontos.

O Avaí reedita as quartas de final do Catarinense diante da Chapecoense no próximo domingo (6), às 11h, na Arena Condá. Um dia antes, o Operário recebe o Guarani, às 19h.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo