Após derrota para Botafogo, Luxemburgo pede reforços no Palmeiras: "Elenco curto"
Foto: Divulgação/SE Palmeiras

Na noite desta última quarta-feira, o Palmeiras perdeu sua invencibilidade no Campeonato Brasileiro. Após a derrota para o Botafogo fora de casa por 2 a 1, Vanderlei Luxemburgo destacou a quantidade de jovens utilizados na equipe principal, mas classificou como 'perigoso' o excesso de responsabilidade sobre eles. E por isso disse que o Palmeiras precisava de reforços.

''Nós precisamos fazer alguma coisa. Temos muito garotos na equipe de cima. Estamos fazendo um trabalho que tem que ser feito. Mas não podemos jogar toda responsabilidade nas costas da garotada e dizer que eles vão resolver os problemas do Palmeiras. Precisamos fazer alguma coisa porque o elenco está curto. Dar mais qualidade ao nosso elenco. Temos três competições importantes. Então precisamos fazer alguma coisa", explicou o técnico.

O comandante alviverde também criticou o primeiro tempo da equipe. Segundo Luxa, o desempenho foi 'horrível' com o Palmeiras envolvido pelo Botafogo. Entretanto, destacou o segundo tempo superior dos jogadores, dizendo que deveriam jogar com essa intensidade na partida inteira.

''Os dois tempos foram distintos. O primeiro tempo foi horrível. Não jogamos bem, não compactamos a equipe. O Botafogo envolveu a gente. Não existiu aproximação na nossa equipe. O Botafogo jogou melhor do que nós. No segundo tempo nós entramos. Tomamos um gol logo de cara por desatenção. Nós fomos pra cima com algumas mudanças. Fizemos um e poderíamos ter empatado no pênalti. Tivemos outras chances mas não conseguimos.'' - disse Luxemburgo.

O técnico também classificou como 'inadmissível' o Palmeiras ser superior no jogo em tão poucos minutos, e cravou que esse não é o comportamento que espera durante os jogos.

''Precisamos ter uma regularidade. É inadmissível uma coisa dessas. Então a gente tem que saber que estamos um campeonato pra estar na ponta. Era para jogarmos de maneira diferente. Não pode jogar apenas trinta minutos de jogo e deixar tantos outros pra trás. Não é o comportamento de um jogo de decisão.''

Já o improviso do lateral-direito Mayke no setor esquerdo do campo, e a substituição na segunda etapa com a entrada do Gustavo Scarpa foi bem avaliada pelo técnico.

Eu preferi colocar um lateral para suprir a ausência no setor e o Mayke até que foi muito bem. Mas como eu precisava atacar eu coloquei o Scarpa, e ele fez jogadas junto com o Veron, então a entrada do Scarpa foi boa. - avaliou o treinador.

O Palmeiras volta a campo no próximo sábado (10), às 19h para receber o São Paulo no Allianz Parque, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo