Renato Portaluppi considera atuação do Grêmio 'inadmissível' após ter dois jogadores a mais contra Corinthians
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio não conseguiu sair com o resultado esperado da Neo Química Arena e empatou sem gols diante o Corinthians. Após ter uma vantagem numérica de jogadores, o tricolor gaúcho não soube criar e o técnico Renato Portaluppi falou sobre o desempenho do seu time na partida de hoje.

"Faltou um pouquinho mais de criação da nossa parte. Às vezes alguns podem pensar que, por estarmos com dois jogadores a mais, não precisa mais correr. E não é assim", disse.

O treinador gremista revelou que já conversou com o grupo sobre as chances cedidas ao Corinthians mesmo estando com dois jogadores a mais: "Eu já conversei com o grupo. É inadmissível. Com dois jogadores a mais, o adversário não pode nem chegar perto da nossa área. Mas isso é um papo meu com o grupo."

Assim como o Palmeiras, o Grêmio está vivo nas três competições que ainda restam aos clubes. Renato falou sobre o jogo de hoje e projetou a possibilidade de buscar títulos nessa temporada: "Ficamos tristes. Poderíamos ter vencido a partida. Não que a gente fez muito para vencer. Mas faz parte, somamos mais um ponto. É continuar trabalhando. O Grêmio é grande e briga pelas três competições. Se Deus quiser, vamos beliscar uma, ou até maisO Grêmio e o Palmeiras estão nas três competições." 

"Grêmio está buscando o título"

O técnico gremista fez questão de ressaltar que o Grêmio está brigando pelo título e alfinetou a imprensa: "O Grêmio está buscando o título. O Grêmio não briga por uma vaga na Libertadores, Sul-Americana ou rebaixado. Alguns de vocês deveriam ter a humildade de dizer 'desculpa Renato, nós interpretamos mal o Grêmio no Brasileiro'".

Renato ainda falou sobre a estreia do chileno César Pinares: "O Pinares tem uma qualidade grande, tem visão de jogo boa, se movimentou bastante. Ele estreou bem, fez boa movimentação. É um jogador que vai nos ajudar bastante. Procurei colocar a equipe para frente para buscar a vitória, mas infelizmente ela não veio."

Renato projetou o duelo contra o Guaraní pela Libertadores na próxima quinta-feira (26).

"A gente sempre leva coisas boas e corrige o que fez de ruim. Eu cobro sempre dos jogadores quando a gente erra. Temos o Guaraní quinta-feira. Sabemos das dificuldades que vamos encontrar, mas o Grêmio é forte. Espero que a gente possa fazer uma grande partida"

O treinador gremista ainda falou sobre a dificuldade do confronto e citou o América-MG como exemplo: "As equipes viram a página na Libertadores. É um jogo difícil, de 180 minutos. O Guaraní não chegou à toa nas oitavas. Hoje não tem mais bobo no futebol. O América-MG está aí, um time da Série B, e eliminou dois grandes."

O Grêmio volta a campo na próxima quinta-feira (26), enfrentando a equipe do Guaraní, no Paraguai, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América.

VAVEL Logo