Cuca valoriza e elogia reação do Santos: "Fizemos um segundo tempo preciso"
Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

No retorno de Cuca, o Santos venceu o Sport, por 4 a 2, na noite deste sábado (27), pela 23ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O técnico perdeu as últimas quatro partidas do Alvinegro Praiano por estar com Covid-19 e chegou a ficar internado por nove dias.

Após abrir 2 a 0, o Peixe acabou sofrendo o empate ainda no primeiro tempo. Mas dois gols na etapa complementar garantiram os três pontos para o Santos. O técnico Cuca valorizou e elogiou o segundo tempo da equipe santista.

"Começamos muito bem. Fizemos gols nas primeiras oportunidades. Adversário se soltou um pouco mais, e numa jogada pela direita do Patric saiu o gol. Com 2 a 1 é outro jogo, adversário ganha confiança e corpo. O empate aconteceu em um contra-ataque de bola parada a nosso favor. No segundo tempo fiz mexidas, corrigimos algumas situações de posicionamento e movimentações. E fizemos um segundo tempo preciso, bem ajustado, sem dar muitas chances ao Sport e criando. Fizemos o terceiro, quarto e administramos bem o jogo. Com 2 a 0 tomar o empate o emocional vem para a conta, tem desgaste e jogo e viagem, mas nada disso influenciou. Foram determinados e souberam jogar o segundo tempo", afirmou Cuca.

  • Periodo de recuperação da Covid-19

O treinador também contou um pouco sobre o período de recuperação do novo coronavírus. Ele ficou nove dias internado.

"Eu saí antes do jogo contra o Bragantino pela Covid-19, tive complicações. Estou me recuperando, ainda tenho alguns passos a seguir. Passamos por momentos difíceis, família toda com a Covid, perdemos meu sogro. Dedico essa vitória a ele, um amigão que nos deixou. Essa é a minha vida, é o que eu amo fazer.", explicou Cuca.

  • Dúvidas no gol

Com dúvida no gol após a volta de João Paulo, Cuca preferiu continuar com John. A decisão foi tomada junto com o preparador de goleiros Arzul. O treinador explicou a escolha, mas deixou claro que a disputa na meta será acirrada.

"O que nós fizéssemos, estaríamos meio certos. Você não vai agradar todo mundo com uma escolha. O que foi pesado foi o momento, é uma posição delicadíssima, tive problemas no Botafogo com isso. Contra o Sport era decisivo e é mais decisivo na terça-feira. Na coerência, voltaria o João Paulo, mas a coerência e a necessidade andam juntas. Hoje, o momento do John é de exalar confiança a todos os companheiros dele. João retornando aos treinamentos, tem a acirrar ainda mais a disputa. É pelo momento que o John vive e acho que é a  decisão mais acertada", comentou.

Classificação e próximo jogo

A vitória colocou o Santos na quinta colocação do Brasileirão, com 37 pontos.

Agora o Peixe volta as atenções para o jogo diante da LDU, na próxima terça-feira (1º), às 19h15(de Brasília), na Vila Belmiro, pelo jogo de volta das oitavas de final da Conmebol Libertadores. No jogo de ida o Alvinegro venceu por 2 a 1 e pode perder por até um gol de diferença que garante a classificação.

VAVEL Logo