Em Clássico das Multidões apimentado, CRB e CSA definem seus futuros na Série B
Foto: divulgação/CRB

Nesta terça-feira (1º), CRB e CSA fazem o Clássico das Multidões, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, às 19h15(de Brasília), pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado poderá definir o que cada clube lutará até o final.

As duas equipes vivem situações opostas na competição. O Galo já esteve na disputa pelo G-4, mas vem de duas derrotas seguidas e agora está no meio da tabela. Por outro lado, o Azulão de Mutange, vem embalado de três vitórias.

CRB e CSA se enfrentaram em 508 oportunidades, com 186 vitórias do Galo, 169 empates e 154 vitórias do Azulão de Mutange. No primeiro turno, o Galo da Praia derrotou o Marujo por 2 a 0. Os gols foram marcados por Reginaldo e Luidy.

CRB tenta manter superioridade no clássico

Na 11ª posição, com 32 pontos, o CRB vem de duas derrotas consecutivas por 2 a 1 para o Brasil de Pelotas e Vitória, na última rodada. Agora o Galo busca manter a vantagem diante do CSA em 2020, para retomar o caminho das vitórias.

Esse será o quinto clássico das duas equipes neste ano. O Galo venceu duas, perdeu uma e empatou outra, além de ter sido campeão alagoano em cima do Azulão. Mas o técnico Ramon Menezes terá desfalques para a partida desta terça-feira (1º). O volante Claudinei, suspenso pelo terceiro cartão amarelo diante do Vitória no Barradão. Além do centroavante Daniel Amorim, machucado, e o goleiro Victor Souza, que passou por uma cirurgia no dedo indicador da mão direita. Serão desfalques certos. Além do lateral-esquerdo Igor, que sofreu uma torção no tornozelo, não enfrentou o Vitória na última partida e deve ser reavaliado pelos médicos.

Destaque do time, o meia Diego Torres não fez uma boa partida em Salvador e deixou o campo no intervalo. Porém, o CRB não informou se ele sentiu alguma lesão.

"Agora é descansar, esfriar a cabeça, porque existe o clássico contra o CSA e sabemos o quanto é importante para o nosso torcedor. Temos que nos recuperar o mais rápido possível, vencer clássico, o que é sempre bom, para retomar o caminho da vitória", disse o zagueiro Gum.

Possível escalação do CRB: Edson Mardden; Reginaldo Jr e Igor (Hugo); Moacir, Wesley e Diego Torres; Bill, Hyuri e Dyego. Técnico: Ramon Menezes.

Embalado, CSA busca vitória diante do CRB visando o G-4 

O CSA vem embalado para o clássico diante do CRB. O Azulão vem de três vitórias consecutivas e está na sexta posição da tabela, com 37 pontos, apenas três pontos do G-4. Porém, o técnico Mozart terá um desfalque importante para o clássico. O artilheiro Paulo Sérgio, tomou o terceiro cartão amarelo na vitória por 2 a 1 diante da Ponte Preta, no último sábado. O meia Andrigo, machucado, segue sendo dúvida para a partida.

Por outro lado, Rodrigo Pimpão retorna de suspensão e ao lado de Pedro Júnior e Rone formarão o trio ofensivo. No restante do time, nada de mudanças.

"Vamos jogo a jogo. Quando eu cheguei aqui, nós estávamos numa situação extremamente difícil, mas pelo esforço e o trabalho diário desses jogadores, com bastante humildade, nós vamos mudar nossa maneira de ser, de encarar o jogo, encarar o dia a dia, é nisso que eu acredito. Nosso próximo desafio é o CRB... Nós temos que olhar sempre a classificação, o nosso próximo oponente é um confronto direto", analisou Mozart.

Provável escalação do CSA: Matheus Mendes; Norberto, Cléberson, Castán e Diego Renan; Geovane, Yago e Gabriel (Nadson); Rone, Rodrigo Pimpão e Pedro Júnior. Técnico: Mozart.

Técnicos estreantes

Os técnicos Ramon Menezes e Mozart fazem a sua estreia no Clássico das Multidões. O treinador do CRB tem quatro jogos pelo clube e soma duas vitórias e duas derrotas. Por outro lado, o técnico do CSA ostenta 13 jogos, com oito vitórias, dois empates e três derrotas.

Arbitragem

Um trio do Rio Grande do Sul trabalha na partida desta terça-feira (1º). O árbitro será Daniel Nobre Bins, tendo como assistentes Lúcio Beiersdorf Flor e André da Silva Bitencourt.

Em Clássico das Multidões apimentado, CRB e CSA definem seus futuros na Série B

VAVEL Logo