Sampaio Corrêa encerra jejum de vitórias, bate Paraná e mantém vivo sonho do acesso
Foto: Divulgação / Sampaio Corrêa

Com a Bolívia Querida buscando manter vivo o sonho do acesso e o Tricolor da Vila almejando escapar da zona do rebaixamento, as duas equipes se enfrentaram nesta sexta (15), às 19h15, no Maranhão, pela 35ª rodada do Brasileirão da Série B e os mandantes levaram a melhor ao bater o time paranaense por 2 a 1.

Estratégia das equipes

O Sampaio Corrêa foi a campo num 4-2-3-1, com a linha de quatro defensores, Vinicius Kiss e André como volantes, Marcinho como opção na criação das jogadas, Pimentinha e Roney pelos lados do campo além de Jackson como referência no ataque.

Já o Paraná foi a campo também num 4-2-3-1, com quatro defensores, Higor Meritão e Karl como volantes, Kazu como o maestro no meio-campo, Gabriel Pires e Thiago Alves pelos lados do campo e Bruno Lopes como atacante de referência na frente.

Superioridade x Eficiência

Na primeira parte do jogo os visitantes foram superiores em campo. Mantendo a marcação mais alta e partindo em velocidade pelos lados do campo, principalmente com Thiago Alves, o Paraná criou oportunidades de gol. A primeira chance aconteceu aos 10' com bela jogada de Thiago Alves, que driblou dois defensores até a bola sobrar para Bruno Lopes, que finalizou para fora.

A resposta do Sampaio não demorou a sair e foi fatal. Aos 14' Eloir fez bom cruzamento rasteiro e Jackson sozinho dentro da área empurrou para o fundo das redes, sem ser incomodado pela defesa do time paranaense. 

Após o tento sofrido o Paraná seguiu superior no jogo e aos 22' Gustavo fez grande defesa após cabeceio de Bruno Lopes. Na sobra Thiago Alves não aproveitou bem o lance e a bola saiu pela linha de fundo. O mesmo Thiago ainda criou outra boa jogada aos 24' quando finalizou com perigo de fora da área.

Os números da primeira etapa ajudam a explicar a superioridade do Paraná. Foram 10 finalizações contra apenas três dos mandantes. Como no futebol a eficiência é mais importante que a quantidade, a equipe maranhense foi para o intervalo com a vantagem no placar.

Cenário mantido e vitória confirmada

No segundo tempo o Paraná voltou com a mesma postura, adiantando as linhas e buscando criar oportunidades em velocidade para empatar o marcador. Em uma dessas escapadas em velocidade a primeira boa chance foi criada após falta na entrada da área. Aos 11' Fabrício cobrou com categoria e Gustavo foi buscar para fazer ótima defesa.

Os visitantes seguiram tentando pressionar e aos 15' houve muita reclamação após a bola pegar no braço de Luiz Gustavo dentro da área. Segundo a comentarista de arbitragem Nadine Bastos o pênalti deveria ter sido marcado.

Porém, aos 18' um balde de água fria ameaçou esfriar o ímpeto do Paraná, quando Marcinho recuperou a bola na saída de jogo e acertou um belo gol por cobertura. Uma pintura que ampliou a vantagem do Sampaio Corrêa.

Os paranaenses ainda esboçaram uma reação ao colocar a bola no fundo das redes aos 20' em cabeceio de Bruno Lopes após cobrança de falta de Karl. Até o fim da partida a equipe comandada por Márcio Coelho ainda tentou chegar ao gol de empate, mas sem conseguir criar chances reais de gol.

Classificação e próximos jogos

Com o resultado o Sampaio Corrêa ocupa a 7ª colocação, com 48 pontos conquistados e na próxima rodada enfrenta o Confiança, terça (19), às 19h15, fora de casa. Já o Paraná fica na 18ª posição, com 36 pontos ganhos e na próxima rodada enfrenta o Cuiabá, terça (19), ás 21h30, em casa.

VAVEL Logo