ANÁLISE: La Calera pode surpreender o Flamengo
La Calera precisa da vitória para manter viva a chance de classificação para o mata-mata (Divulgação/La Calera)

Flamengo e La Calera voltam a se enfrentar nesta terça-feira, 11, pela fase de grupos da Libertadores. Na primeira partida entre as duas equipes, o rubro-negro goleou por 4 a 1 no Maracanã. 

Neste confronto no Chile há algumas características que podem complicar para o Flamengo: campo sintético; transição ofensiva rápida e marcação alta. 

O gramado da partida desta terça-feira é sintético. E isso facilita o segundo ponto citado acima. Como a bola corre mais rápido, é provável que as transições da equipes sejam mais velozes. Isso pode ser um problema para o sistema defensivo rubro-negro. 

Na partida de ida, o gol dos chilenos nascem de um ataque pela direita. Com velocidade, o lateral lançou o atacante entre os zagueiros. É provável que na partida de terça o time busque as mesmas jogadas. 

Ainda há uma dúvida sobre a presença, ou não, de Valdívia. O meia sentiu uma lesão na cabeça, última partida do La Calera, diante da Universidade Católica (derrota por 3 a 0), e precisou ser substituído. O "Mago" entrou muito bem no confronto do Rio de Janeiro e pode ser uma arma perigosa, principalmente na hora do contra-ataque. 

Flamengo tem tudo para vencer e já conseguir a classificação para o mata-mata da Libertadores, faltando duas rodadas para a fase de grupos acabar. Só que é preciso cuidado. A goleada do Maracanã não pode ser interpretadacomo sinônimo de um jogo fácil no Chile.

VAVEL Logo