Bruno Pivetti lamenta atuação do CSA contra o Náutico: "Alteramos nossa identidade"
Foto: Augusto Oliveira/CSA

O CSA estreou com derrota diante do Náutico, pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Para o técnico azulino, Bruno Pivetti, a equipe deixou muito a desejar porque não agrediu o adversário e foi abatido na partida desta sexta-feira (28).

"No primeiro tempo, nós fugimos completamente das nossas características, que é ter uma posse de bola, uma organização ofensiva, que envolva o adversário, tanto ali na saída de jogo com o goleiro como também nas posições mais avançadas do campo de jogo. Não conseguimos nos impor nesse sentido. Alteramos a nossa identidade e acabamos sofrendo no primeiro tempo".

Na etapa final, para Pivetti, a equipe até melhorou e o treinador viu uma evolução dentro de campo. “No segundo tempo, a postura já foi outra, já visualizei mais atitude, mais coragem pra jogar e, a partir dessa mudança, conseguimos igualar o jogo. Tivemos algumas boas oportunidades no primeiro tempo, infelizmente, não conseguimos o gol de empate, mas valeu pela entrega, pela luta, dedicação...”

Pivetti também apontou os desfalques que o CSA teve para a estreia no Brasileiro. O volante Geovane cumpriu suspensão, e os meias Gabriel e Bruno Mota, além do atacante Dellatorre, estavam machucados.

"Um jogo que tivemos diversos desfalques. Isso faz falta pra qualquer equipe, ainda mais uma competição tão equilibrada como é a Série B.”

O CSA volta a campo no dia 5 de junho, quando recebe o Sampaio Corrêa, no Rei Pelé, às 16h30, pela segunda rodada.

VAVEL Logo