Confiança empilha chances perdidas e Clássico Maior termina empatado
Confiança domina o clássico, cria oportunidades, mas não consegue vencer o Sergipe (Foto: Lucas Almeida / ADC)

Nesta quinta-feira (3) Sergipe e Confiança fizeram o primeiro eletrizante Clássico Maior em 2022. Os dois times entraram em campo às 20h30, na Arena Batistão, pela terceira rodada do Campeonato Sergipano e mediram forças empurrados por seus torcedores que encheram as arquibancadas. No final, apesar de domínio azulino em praticamente todo o jogo, o placar terminou em 1 a 1, gols marcados por Renan Gorne e Kaio Wilker.

Escalações dos times

O Sergipe, mandante do jogo, e comandado pelo técnico Elias Borges – que nunca perdeu um clássico diante do Confiança - mandou a campo o time com a formação 4-1-4-1 utilizada pelo seu comandante. Sendo assim, o Gipão foi a campo com: Kennedy, Chiquinho Alagoano, Lazarini, Diego Augusto e Elivelton; Ageu, Kaio Wilker, Diego Aragão, Doda e Léo; Matheus de Paula.

Por outro lado, Luizinho Lopes fez algumas alterações no time titular do Dragão. Entretanto manteve o tradicional esquema 4-2-3-1 que costuma utilizar desde a Série B do Brasileirão. Com isso, o azulino foi a campo com: Ewerthon, Éverton Silva, Nirley, Adalberto e Éverton Santos; Vinícius Barba e Rafael Vila; Álvaro, Minho e Willians Santana; Renan Gorne.

Domínio azulino e paredão Colorado

O primeiro tempo da partida passou por diversos cenários. Nos primeiros 15 minutos o jogo ficou no famoso “lá e cá”, com os dois times imprimindo bastante velocidade e mostrando muita vontade. Entretanto, neste momento de equilíbrio o Confiança conseguiu abrir o placar aos 13 minutos em pênalti convertido por Renan Gorne depois de Álvaro receber belo passe por elevação de Minho e ser derrubado pelo goleiro Kennedy.

Mesmo com o gol sofrido o Gipão não se deixou abater e tentou atacar o adversário para buscar a igualdade no placar, mas não conseguiu criar chances claras. Chances essas que passaram a surgir com frequência no lado do Dragão, que tomou completamente o controle do jogo.

Foram inúmeras oportunidades perigosas de ampliar o placar, principalmente pelo lado direito de ataque com Minho que deu muito trabalho a Chiquinho Alagoano. No total, foram quatro grandes chances. Primeiro aos 22 minutos em bom pivô de Gorne para Álvaro finalizar e a defesa Colorada cortar. Depois aos 24, 26 e 36 com Éverton Silva, Minho e Renan Gorne.

Entretanto, ainda mais se tratando de um clássico, a velha máxima do futebol do “quem não faz, leva” se mostrou eficiente mais uma vez. Aproveitando jogada característica das equipes comandadas pelo técnico Elias Borges, aos 45 minutos o Sergipe recuperou a bola na frente, Kaio Wilker fez boa jogada individual, driblou Adalberto na área e bateu cruzado para empatar a partida.

Antes do apito para o intervalo os mandantes ainda aproveitaram que o adversário sentiu o golpe do gol de empate sofrido e quase ampliaram com Ewerton Ageu, que desperdiçou contra-ataque incrível ao sair de frente para o arqueiro Ewerthon.

No segundo tempo o cenário se manteve igual em boa parte do primeiro tempo. O Confiança dominando completamente o seu adversário, criando oportunidades claras e sem conseguir colocar a bola pro fundo das redes. Por outro lado, o goleiro Kennedy se sobressaiu.

Foram quatro grandes defesas do arqueiro do Colorado. Aos 47 minutos em finalização de letra de Minho, aos 48 em chute cara-a-cara de Adalberto, aos 56 em chute de Willians Santana e aos 80 em chute forte de fora da área de Vinícius Barba. 

Na segunda parte o Gipão sentiu fisicamente o jogo, taticamente e tecnicamente também. Em todos os fatores o Dragão foi superior. Mas, faltou o principal: estufar as redes. No fim, o técnico Elias Borges saiu de mais um clássico sem ser derrotado pelo maior rival e a igualdade no placar prevaleceu.

Próximos compromissos

Agora o Colorado foca as atenções em seu próximo adversário Altos, pela Copa do Nordeste. A partida acontecerá no próximo domingo (6), às 16h, na Arena Batistão. Já o Dragão, que não disputa a competição regional este ano, mantém suas atenções no Campeonato Sergipano onde enfrentará o Atlético Gloriense na segunda-feira (7), na Arena Batistão, às 16h.

VAVEL Logo