Após quase conquistar acesso pela Aparecidense, Moacir Júnior chama atenção por grandes trabalhos recentes
Foto: Comunicação/ AA Aparecidense

Natural de Curvelo-MG, Moacir Júniortem 55 anos e é um treinador de futebol com vasta experiência pelo futebol brasileiro com passagens por clubes como Cuiabá, América-MG, Criciúma, Botafogo-SP e entre outros. Em seu trabalho mais recente pela Aparecidense, o técnico pegou a equipe na zona de rebaixamento e não só manteve o time na Série C do Campeonato Brasileiro no ano de estreia do time goiano na competição, como também ficou a uma vitória do acesso para a Serie B, já na segunda fase do torneio. Contudo, o treinador tem se destacado nos últimos anos por fazer campanhas semelhantes a essa por outras equipes. 

Ainda falando da Série C, o treinador teve uma experiência em 2018 com o Volta Redonda quando também assumiu o comando do clube dentro da zona de rebaixamento, mas conseguiu manter o clube na divisão. Em 2017, também conseguiu manter o Cuiabá EC (hoje na elite do futebol brasileiro) após começar o trabalho com o time no Z4. Já em 2013, com o modesto Betim FC, tirou o time da zona da degola rumo as quartas de final da Série C sendo eliminado pelo Santa Cruz nas quartas de final a uma fase do acesso.

Moacir também soma no currículo conquistas recentes como o título estadual pelo América-RN em 2019, o Campeonato Paraibano em 2020 pelo Treze-PB após nove anos de jejum. Além desses feitos, o treinador também teve uma passagem de destaque pelo América-MG em 2014, quando assumiu a equipe na zona da degola no estadual e conseguiu levar o Coelho até as semifinais do torneio. Na Série B do mesmo ano liderou a competição por várias rodadas mas acabou sofrendo no final do torneio por conta da escalação de um jogador irregular que tirou 21 pontos da somatória geral. 

Vale lembrar também o último trabalho do treinador antes da Aparecidense quando esteve comandando a equipe do ABC. Moacir assumiu o time de RN com a incerteza de ter calendário em 2022.  Foi campeão do returno do estadual proporcionando calendário e conseguiu classificar o time para as oitavas de final da Copa do Brasil, passando pela Chapecoense (na época, na Série A do Campeonato Brasileiro). Além disso, conquistou o acesso para a Série C de 2022 tirando o clube da Série D com um recorde de vitórias dentro do Frasqueirão na história centenária do clube. Ao todo foram 11 meses de trabalho no Mais Querido.

VAVEL Logo