Marcos Rocha lembra chance desperdiçada por Robinho e pede time 'menos egoísta'

Lateral critica jogadas individuais e má pontaria dos atacantes, e quer os companheiros mais incisivos no momento de finalizar as jogadas

Marcos Rocha lembra chance desperdiçada por Robinho e pede time 'menos egoísta'
Rocha voltou de lesão neste domingo e criticou o atuação ofensiva da equipe (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Um empate com sabor de derrota. Este é sentimento do torcedor Atlético-MG após o 1 a 1 com o Botafogo, na noite deste domingo (9), no Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro. A equipe atleticana abriu o placar, desperdiçou uma cobrança de pênalti – Rafael Moura parou em Jefferson – e perdeu grandes chances de matar o jogo na reta final do duelo. Resultado: pênalti para o Fogão aos 47 minutos da etapa final, e gol do atacante Roger.

Após o fim do confronto, o lateral-direito Marcos Rocha, que não entrava em campo há mais de um mês devido a uma lesão na coxa esquerda, criticou a displicência dos jogadores diante da meta botafoguense. O camisa 2 citou dois lances: o primeiro, Robinho ficou cara a cara com Jefferson, mas não conseguiu superar o goleiro. A segunda, Cazares fez grande jogada individual e poderia ter tocado para Fred, que estava livre, mas deu mais um drible, esticou a bola demais e tentou cavar um pênalti.

Lance em que Cazares tenta contato com Jefferson após fazer grande jogada individual (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Lance em que Cazares tenta contato com Jefferson após fazer grande jogada individual (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Muitas oportunidades. A última bola ali o Robinho tentou chapar no alto, a outra o Cazares... Mais uma vez o Fred sozinho... Nosso time tem que parar de ser egoísta. Quando ganha, ganha o time todo. Os três pontos é para o time todo. E [isso] não é a primeira vez. Está continuando, repetindo, repetindo, repetindo. O Roger [Machado, treinador] mostra todo jogo o que está acontecendo dentro de campo, então a gente tem que ter mais atenção para não acontecer de novo”, disparou.

Com o empate obtido no Rio de Janeiro, o Atlético de Marcos Rocha se manteve na oitava colocação da classificação, com 17 pontos. O Galo voltará a campo na quarta-feira (12), às 19h30, para receber o Santos. A partida, válida pela 13ª rodada do Brasileirão, está marcada para a Arena Independência.

Atlético MG