Fluminense envia pedido de anulação do clássico contra Flamengo ao STJD

O clube já havia anunciado que entraria com o recurso mediante a alegação de interferência externa no clássico

Fluminense envia pedido de anulação do clássico contra Flamengo ao STJD
Fluminense envia pedido de anulação do clássico para a CBF

O Fluminense, nesta segunda-feira (17), protocolou junto ao STJD o pedido de anulação do Fla-Flu alegando interferência externa para que Sandro Meira Ricci, árbitro do duelo, anulasse o gol de Henrique, que empataria o clássico. A equipe tricolor se baseia nos artigos 84 a 87 e 259 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Como já adiantado pelo próprio presidente do Fluminense, Peter Siemsen e pelo diretor de futebol da equipe, Jorge Macedo, a equipe formulou o seu pedido de anulação mediante à declarações públicas de comentaristas de arbitragem tal como o ex-árbitro Sálvio Espíndola que foi citado na abertura do processo. Confira o trecho citado abaixo:

"Você prefere o ilegal ou o erro? Eu não gosto do ilegal (...) Não tem como não ter a interferência externa. Na prática não tem como (...) A interferência externa houve. A decisão foi tomada por conta de uma informação fora. Nunca pode colocar nesse caso que a informação foi tomada por decisão da equipe de arbitragem" - afirmou Sálvio, comentarista do canal por assinatura ESPN.

Além de Sálvio, o próprio árbitro da partida teve sua fala citada no processo. "Hei, a gente não consegue ver" - afirmou o árbitro da partida mediante ao questionamento do meia Cícero, o que deixa - na visão do clube - mais claro o fator externo para a decisão do árbitro junto a seu assistente.

Confira abaixo o final do processo em questão: 

"Agora, caberá a esse Egrégio Tribunal decidir. "prefere o ilegal ou o erro?", porque o ilegal está comprovado.

Pelo exposto, espera-se: (i) que se receba a presente impugnação, (ii) seja comunicado o presidente da Confederação Brasileira de Futebol para que não homologue o resultado da partida, conforme art. 84, § 3º CBJD, (iii) a produção das supracitadas provas de vídeo, nos termos do artigo 65 e 66 do CBJD, (iv) inclua-se o feito em pauta para julgamento e, finalmente (v) seja reconhecido o erro de direito e julgado procedente o pedido de impugnação para que se anule a partida em referência"

O clube se manifestou logo após o envio do processo e afirmou: "O Fluminense Football Club vem a público confirmar que depois de analisados todos os vídeos, notícias e evidências no lance do gol anulado do zagueiro Henrique, no Fla-Flu, do último dia 13, em Volta Redonda, entende que ficou comprovada a interferência externa. Em razão desse fato, tomou as medidas cabíveis para que o caso seja analisado pelo STJD."