Visando liderança do Brasileirão, embalado Grêmio recebe Coritiba na Arena

Tricolor pretende dar manutenção à sua melhor largada no Brasileirão, na época dos pontos corridos

Visando liderança do Brasileirão, embalado Grêmio recebe Coritiba na Arena
Foto: Divulgação/ Grêmio
Grêmio
Coritiba
Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Bressan e Marcelo Hermes; Walace, Maicon, Giuliano, Douglas e Éverton; Luan. Técnico: Roger Machado.
Coritiba: Wilson; Ceará, Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Juan e César González; Leandro (Negueba ou Ruy) e Kléber Gladiador. Técnico: Ney Franco.
ÁRBITRO: Sandro Meira Ricci (FIFA/SC), auxiliado por Bruno Raphael Pires (FIFA/GO) e Naílton Júnior de Sousa Oliveira (Aspirante FIFA/CE)
INCIDENCIAS: Partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, a ser disputada na Arena do Grêmio, em Porto Alegre

Neste domingo (29), o Grêmio recebe o Coritiba, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro 2016. Vindo de grande vitória sobre o Atlético-MG, a equipe de Roger Machado tem a possibilidade de assumir a liderança da competição, caso vença na Arena o Coxa, que vem de empate com o São Paulo. 

LEIA MAISCruzeiro e América-MG não saem do empate e permanecem no Z-4 do Brasileirão

O torcedor gremista vivencia a melhor largada do time na era dos pontos corridos. Com sete pontos em três jogos, Roger Machado superou a desconfiança, após três eliminações no primeiro semestre, levando o time ao favoritismo no campeonatos.

Com medalhões no time, o Coritiba vai se virando bem no início do Brasileirão. Kleber Gladiador e Juan têm levado o time de Gilson Kleina soma quatro pontos em três partidas, e leva consigo a experiência dos jogadores rodados no elenco. 

Roger enfrenta tabu diante do Coxa e desfalques importantes 

Roger Machado projeta time com muitos jovens (Foto: Divulgação/Grêmio)
Roger Machado projeta time com muitos jovens (Foto: Divulgação/Grêmio)

O técnico gremista superou a maré ruim no início de temporada e já tornou-se unanimidade dentre os torcedores, novamente. Com a atuação impecável diante do Atlético-MG, onde o Tricolor venceu por 3 a 0, sem levar sustos, o técnico não poderá repetir a escalação do confronto, visto que nos 30 primeiros minutos em Belo Horizonte, três jogadores sofreram lesões, sendo eles: Henrique Almeida, Fred e Marcelo Oliveira - ambos não jogam nesta noite. 

Sendo assim, Roger relacionou 14 jogadores da base para a partida, e terá time repleto de jovens. Além dos lesionados, Roger não poderá contar com o atacante Miller Bolaños, que está com a seleção do Equador. Visto isso, o técnico deverá ter cinco remanescentes da base gaúcha no time titular. 

No total, o Tricolor terá nove ausências no time, sendo eles: Fred, Marcelo Oliveira, Henrique Almeida, Bobô, Miller Bolaños, Douglas Friedrich, Moisés e Wesley

Além das ausências, o Tricolor também encara um 'mini tabu' diante do Coxa. Desde 2013, são duas derrotas e um empate contra o time paranaense. Em 2015, o Grêmio recebeu 40 mil torcedores na Arena, que viram o empate por 0 a 0 com o time alviverde. Nas outras duas, derrota por 1 a 0, com Renato Gaúcho no comando e por fim, o 2 a 0 que rendeu a demissão de Luiz Felipe Scolari, em 2014 - Roger assumiu em seguida. 

Por fim, Roger projeta o time com: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Bressan e Marcelo Hermes (da base); Walace (da base), Maicon, Giuliano, Douglas, Éverton (da base); Luan (da base).

Gilson Kleina prega por respeito, mas aposta na experiência 

O Coxa não vem fazendo más partidas no ano. Mas, ciente do melhor momento em que vive o Grêmio, o time paranaense prega pelo respeito, e também não se amarra ao título de 'carrasco' gremista nos últimos anos. Com muitos jogadores rodados no elenco, o técnico Gilson Kleina aposta nos medalhões. 

Com a dupla Kleber Gladiador e Juan afiados, o técnico tem apenas uma dúvida: Vinícius, com dores nas costas, foi vetado. Portanto, brigam pela vaga os meias Ruy e Leandro. Além do atacante Negueba, caso Gilson queira agressividade. 

O lateral Ceará, por sua vez, afirmou sobre o atual momento do adversário: "Nós podemos muito bem ir a Porto Alegre e fazer um bom jogo. Ou até nem fazer um bom jogo e vencer uma partida porque uma coisa nem sempre está relacionada à outra. O resultado final é o que interessa e é o que fica.", afirmou.

Sem mais delongas, o time provável é: Wilson; Ceará, Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Juan e César González; Leandro (Negueba ou Ruy) e Kleber Gladiador.

A equipe alviverde busca a segunda vitória na competição. Com o empate diante do São Paulo na última rodada, a derrota para o Santos e a vitória por 1 a 0 diante do Cruzeiro na estreia, o Coxa ocupa a oitava posição, e quer sair de Porto Alegre com pontos na bagagem.