O dilema de Renato: Jaílson e Michel disputam titularidade na final da Copa Libertadores

Treinador gremista precisará escolher entre o garoto da base ou a experiente contratação que substituiu Walace em 2017

O dilema de Renato: Jaílson e Michel disputam titularidade na final da Copa Libertadores
Renato tem dúvidas no meio campo tricolor (Foto: Getty Images)

Novos jogos chegando e a mesma dúvida persiste no Grêmio: o primeiro volante titular será Jaílson ou MichelRenato Gaúcho provavelmente tem a resposta, mas com treinos fechados e muito mistério, nenhum torcedor ou jornalista realmente saberá antes do jogo decisivo contra o Lanús pela Copa Libertadores.

E se existe dúvida na cabeça do treinador, a opinião do torcedor é de que Michel, titular no começo do ano deveria começar o jogo, apesar de estar voltando de lesão.

Michel: uma titularidade indiscutível no primeiro semestre

(Foto: Getty Images)
(Foto: Getty Images)

Tratando-se de confiança do treinador, ninguém conquistou isso mais rápido no Grêmio do que Michel. Ele chegou no começo do ano e já tornou-se titular nas partidas da Copa Libertadores, demonstrando imensa capacidade de marcação e passe. Em uma de suas melhores atuações na temporada, ele marcou um gol do meio de campo contra a Chapecoense, minutos antes de marcar novamente, desta vez de cabeça.

Parado por um mês devido à uma cirurgia no joelho esquerdo, o volante recuperou-se da artroscopia e jogou de titular em partidas do Campeonato Brasileiro, juntamente aos reservas. Reestreou contra o Palmeiras já marcando gol na derrota por 3 a 1, e contra o Avaí fez seu jogo de número 49 pelo Tricolor gaúcho, marcando seis gols no caminho.

Mesmo sem indícios de que vá voltar ao time, Michel sequer foi relacionado para a partida contra o Santos, neste domingo (19). Talvez seja apenas precaução de Renato por querer contar com o atleta em boa forma física mesmo no banco de reservas, mas há chances de que o volante comece como titular.

Jaílson: o maluco no pedaço assumiu a responsabilidade

(Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)
(Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Sempre lembrado por sua semelhança física com o renomado ator norte-americano Will Smith, Jaílson vem demonstrando que há mais motivos para destacá-lo do que sua aparência. Entrando em uma situação difícil de substituir o capitão Maicon e o titular Michel, ele recebeu a confiança de Renato e viu-se com a missão de parar os jogadores de ataque do Barcelona de Guayaquil, função que cumpriu com sucesso.

Mesmo sabendo que não é o titular, o jovem cresceu dentro do grupo e assumiu a responsabilidade, também tentando subir ao ataque (nem sempre com sucesso) como fazia Michel. Apesar de errar muitos passes, ele demonstra perseverança em campo e espírito de luta que representa a alma copeira do Grêmio.

Jaílson tem a convicção de que a maior probabilidade é que comece de titular nas partidas contra o Lanús. Para o jovem, será o maior jogo de sua vida, e as instruções de Renato serão provavelmente as mesmas dos milhares de gremistas que vivem esse momento: "Vai lá, guri. Eu sou mais tu."