Porto Alegre parou! Cidade teve monumentais públicos durante a final e para receber campeões

Jogo de ida da final ultrapassou público de 55 mil; Na quarta seguinte, fanfest na Arena e lotação na Avenida Goethe marcaram noite histórica

Porto Alegre parou! Cidade teve monumentais públicos durante a final e para receber campeões
Porto Alegre parou! Cidade teve monumentais públicos durante a final e para receber campeões. Imagem da fanfest durante o jogo decisivo da final (Foto: Divulgação / Conmebol)

Porto Alegre em colapso por mais um título gremista, desta vez o tricampeonato da Libertadores. O Grêmio movimentou insanos públicos durante a final da Copa Libertadores da América. No jogo de ida, mais de 55 mil gremistas não conseguiram o maior público da história do novo estádio, mas foram responsáveis pela quebra do recorde de bilheteria em uma partida da Arena.

Público: 55.188.
Renda: R$ 6.526,427,00.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio

Com a vitória por 1 a 0, muitos gremistas aumentaram sua expectativa definitiva pelo título da Libertadores. O Tricolor precisava apenas sustentar a vantagem na quarta-feira seguinte (29). Dessa maneira, o clube Porto Alegrense preparou a fanfest para receber seus torcedores novamente na Arena do Grêmio. Foram mais de 30 mil pessoas no evento, conferindo ao jogo do telão dentro do moderno estádio. Do gramado ou das cadeiras mais próximas ao campo, a torcida participou incentivando aos guerreiros que estavam decidindo o título em Lanús, no estádio La Fortaleza.

Havia telões também na conhecida Avenida Goethe, ponto de encontro no bairro Moinhos de Vento, quando torcedores da dupla Gre-Nal se reúnem para conferir jogos decisivos e preparar a festa do título. Este ponto de encontro voltou definitivamente a ser gremista com o biênio 2016-2017. Na temporada anterior, a conquista da Copa do Brasil pelo Grêmio. Em 2017, a confirmação da taça da Libertadores da América vencida pelos tricolores. Novo triunfo na final no marcador de 2 a 1 sobre o Lanús. A festa incendiou a Goethe, colorindo a avenida com milhares de camisas, bandeiras, sinalizadores e o barulho das cantorias e dos foguetes, além das buzinas de quem circulava pelas ruas da capital gaúcha. A madrugada foi curta para tanta festa.

Foto: Henrique König / VAVEL Brasil

Logo pela manhã, apesar do atraso no voo de saída de Buenos Aires para Porto Alegre, os heróis dessa conquista desceram no aeroporto Salgado Filho e estavam prontos para mostrar a taça ao público e comemorar com eles. O desfile não foi em caminhão de bombeiros vermelho, mas em outro. Os atletas passearam pelos caminhos da entrada da cidade, passando pelo centro histórico e finalmente descendo a Avenida da Democracia e da Legalidade para voltar à origem da Arena.

Foto enviada pela torcedora Gabriela Costa

Lá, no último ponto de encontro da gremistada, as cadeiras próximas ao gramado ficaram lotadas para receber aos campeões. Algumas da área das superiores foram abertas ao público. Sem cobrar ingresso, somente o expediente de trabalho e de estudo atrapalhou os rumos dos gremistas ao local. Quem foi, conferiu de perto a taça da Libertadores e a chegada dos extenuados campeões sul-americanos.

O Grêmio agora recebe folga, decretada pelo técnico Renato Portaluppi. O time deve ser completamente reserva no final de semana de encerramento do Campeonato Brasileiro e retornar com força total para viajar ao Mundial, que ocorre em Abu Dhabi de 6 a 16 de dezembro. O Grêmio estreia na semifinal no dia 12, contra o vencedor de Pachuca do México e Wydad Casablanca do Marrocos.