D’Alessandro celebra nove anos no Inter: "Orgulhoso de permanecer tanto tempo"

Por meio da rede social Instagram, o argentino vibrou com o feito e recebeu carinho de torcedores colorados

D’Alessandro celebra nove anos no Inter: "Orgulhoso de permanecer tanto tempo"
Foto: Divulgação / S. C. Internacional

Andrés D’Alessandro, capitão do Inter e jogador mais antigo do clube, completou 9 anos no Colorado neste domingo (30). Aquele que viria a se tornar um dos maiores nomes da história do Internacional, depois de uma curta passagem no San Lorenzo, o meia canhoto argentino chegou a Porto Alegre ao final da tarde de 30 de julho de 2008 ao Beira-Rio para ali permanecer por nove anos. Por meio da rede social Instagram, comemorou o feito:

“Não é pouca coisa, é muito!! Orgulhoso de ter permanecido tanto tempo fazendo o que mais gosto, que é jogar futebol e defender uma camisa que me contagiou, transmitiu carinho, comprometimento e respeito. Tua história é imensa e posso dizer que sou parte dela. Aprendi a te querer, obrigado por tudo, Inter”, publicou na rede social.

Multicampeão pelo clube, D’Ale levantou troféus nacionais e internacionais pelo time. O mais importante deles foi a Libertadores de 2010, na qual o gringo teve participação mais do que decisiva, com gols, assistências, dribles e muita raça.

Além da cobiçada taça, o camisa 10 também faturou uma Copa Sul-Americana (2008), uma Recopa Sul-Americana (2011), uma Copa Suruga Bank (2009), seis Campeonatos Gaúchos (2009, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015) e duas Recopas Gaúchas (2016, 2017).

Ao longo de seus nove anos em porto Alegre, D'Alessandro ganhou uma vez o prestigioso prêmio de melhor jogador da América, concedido pelo jornal uruguaio El Pais, em 2010. Também levou o inédito "Prêmio EFE Brasil", que o escolheu como o melhor jogador estrangeiro do Brasileirão de 2013. 

O meio-campista também se destaca no Inter pelo ótimo desempenho no clássico Gre-Nal. Ao todo, ele enfrentou o rival Grêmio 28 vezes, ganhando 13, empatando dez e perdendo apenas cinco jogos. Colocando oito vezes a bola nas redes tricolores.

Entrou na história por ter feito o primeiro gol da reinauguração do Beira Rio, no dia 6 de abril de 2014, em partida amistosa contra o Peñarol, do Uruguai. D’Ale soma 375 partidas. De quebra, anotou 81 gols, o que o leva a ser o 17º, maior artilheiro da história do clube, na frente de Falcão e Fernandão

No entanto, o ídolo está suspenso por receber terceiro cartão amarelo, fica fora da partida de terça-feira (1°), no qual o Inter recebe o Goiás. Será substituído pelo recém contratado Camilo.

Sport Club Internacional