Jogo sem muitas emoções, Itabaiana e Náutico não saem do 0 a 0

Jogando um fraco futebol após a reformulação no elenco, Náutico luta e consegue segurar o empate em Sergipe

Jogo sem muitas emoções, Itabaiana e Náutico não saem do 0 a 0
Léo Lemos/Náutico
Itabaiana
0 0
Náutico
Itabaiana: Andrade; Carlos Henrique, Diego Bispo, Ramon Baiano, Juninho, Mica, Léo Mineiro (Salatiel, min 31); Bida (Moisés, min 62); Eduardo Lacerda, Douglas Oliveira e Paulinho Macaíba. Técnico: Gilberto Pereira
Náutico : Jefferson; Rafael Ribeiro, Camacho (Camutanga, min 14); Thiago Ennes, Negretti, Gabriel Araújo, Hygor, Wallace Pernambucano (Jobson, min 69); Clebinho (Wagner Lauretti, min 80); Fernandinho e Daniel Bueno. Técnico: Roberto Fernandes
ÁRBITRO: Arbitro: Luiz César de Oliveira (CE), Auxiliado por Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Armando Lopes de Sousa (CE).
INCIDENCIAS: Primeira partida da pré Copa do Nordeste 2018, disputada entre Itabaiana e Náutico, no Estádio José Bezerra de Mendonça, em Itabaiana-SE, Brasil.

Na noite desta segunda-feira (8), Itabaiana e Náutico disputaram a primeira partida do pré-Nordestão buscando uma vaga na fase de grupos da Copa do Nordeste 2018, no Estádio Mendonção, na cidade de Itabaiana, em Sergipe. Sem bola na rede, as equipes não saíram do 0 a 0, deixando a decisão para o próximo sábado (13), na Arena de Pernambuco. O Náutico precisa vencer para conquistar sua vaga na Copa do Nordeste. 

Em um início de temporada bastante diferente dos ultimos anos, começando a pré temporada 21 dias antes da primeira decisão, é preciso relevar alguns erros cometidos em campo pela equipe alvirrubra, como a falta de entrosamento e criatividade, e que por isso, o técnico Roberto Fernando optou por jogadas áreas cruzadas na área, esse foi um dos motivos de ter escalado Daniel Bueno, jogador que chegou no ultimo dia 4 de janeiro e logo foi regularizado. 

As equipes mostram um fraco futebol no primeiro tempo

Sem tempo de treinamento e falta de preparo físico, foram um dos grandes obstáculos na partida para as equipes. Além disso, ainda no primeiro tempo, tanto Roberto Fernandes, como Gilberto Pereira precisaram mexer em suas equipes por problemas de lesões.

Aos 5 minutos do primeiro tempo, Camacho inicia o jogo numa rotação mais acelerada que os demais jogadores e toma um cartão amarelo. E, aos 14 minutos, divide uma bola área e ao cair, força o joelho e precisa ser substituído por Camutanga. Já aos 31 minutos, o treinador do Itabaiana também precisa substituir Léo Mineiro, também por lesão e Salatiel entra em seu lugar.

A única jogada perigosa do Itabaiana foi em uma bola de saída de jogo do Náutico, que detinha a posse de bola e saiu errado com passe feito por Rafael Ribeiro, o que gerou um contra ataque para a equipe sergipana, fez com que Léo Mineiro saísse cara a cara com o goleiro Jefferson e chutasse a bola para fora. Já aos 40 minutos, em um cruzamento na área, Rafael Ribeiro cabeceou e o goleiro Andrade defendeu sem maiores problemas. 

Clebinho e Gabriel Araújo conseguem se destacar no início da partida

Por construir o jogo pelas laterais, Gabriel Araújo mostrou ser um jogador bastante ativo ofensivamente pelo lado esquerdo e conseguiu incomodar a zaga do Itabaiana numa dobradinha com Clebinho, por formar uma boa dupla, o lado esquerdo alvirrubro esteve bastante povoado com a presença do Negretti. 

No segundo tempo, Itabaiana manda no jogo

Insistindo em trabalhar a bola e chutes de fora da área, o Itabaiana incomodava o arqueiro alvirrubro que conseguiu salvar o Náutico com defesas importantes. Paulinho Macaíba e Salatiel tiveram as melhores chances, uma indo para fora num chute muito perigoso e outra com Jefferson tendo que se adiantar e garantir que o Náutico sofresse nenhum gol.

Náutico limitou-se em jogar pelos lados, mesmo que em transição rápida e bola ao chão, conseguisse possivelmente incomodar a defesa do Itabaiana. 

A próxima partida está marcada para o próximo sábado (13), em São Lourenço da Mata-PE, na Arena de Pernambuco, às 17h (horário de Brasília).