Palmeiras e Flamengo empatam em partida emocionante e de arbitragem controversa

Em jogo eletrizante que valia a liderança do campeonato, equipes de Cuca e Zé Ricardo ficaram no empate por 1 a 1, que não causou alteração na tabela de classificação

Palmeiras e Flamengo empatam em partida emocionante e de arbitragem controversa
Foto: Divulgação/Flamengo
Palmeiras
1 1
Flamengo
Palmeiras: Jailson; Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel (Lucas Barrios, min. 00/2ºT), Tche Tche (Rafael Marques, min. 22/2ºT) e Moisés; Dudu, Róger Guedes (Cleyton Xavier, min. 12/2ºT) e Gabriel Jesus.
Flamengo: Alex Muralha; Pará, Rafael Vaz, Réver, Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Diego (Cuellar, min. 43/1ºT), Everton (Marcelo Cirino, min. 30/2ºT), Gabriel (Alan Patrick, min. 16/2ºT); Leandro Damião.
Placar: 0-1, min. 17/2ºT - Alan Patrick. 1-1, min. 37/2ºT - Gabriel Jesus.
ÁRBITRO: André Luiz de Freitas Castro (GO) - Advertidos: Márcio Araújo (min 15/1ºT e 39/1ºT), Vitor Hugo (min. 06/2ºT), Gabriel Jesus (min. 23/2ºT) Expulso: Márcio Araújo (min. 39/1ºT)

Em clima de decisão e separados por apenas um ponto, Palmeiras e Flamengo se enfrentaram na noite desta quarta-feira (14), na Arena Palmeiras, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo que poderia definir um novo líder, terminou empatado por 1 a 1, com gols de Alan Patrcik para o rubro-negro e Gabriel Jesus para o alviverde.

O empate dentro de casa manteve a equipe paulista na liderança da competição, com 48 pontos. No entanto, o resultado pode ser considerado ruim, pois uma vitória deixaria o time isolado na ponta da tabela. O Palmeiras volta a campo pelo Brasileirão no próximo sábado (17), às 16h, enfrentando o Corinthians, na Arena Corinthians.

O Flamengo que poderia ter virado líder caso vencesse, com esteve resultado, continuou na segundo posição na tabela, com 47 pontos conquistados. A equipe rubro-negra volta a jogar neste Campeonato Brasileiro no próximo domingo (18), às 18h30, contra o Figueirense, no Estádio do Pacaembu.

Primeiro tempo muito intenso, porém sem gols.

O jogo começou corrido e em ritmo eletrizante, com o time do Flamengo tomando a iniciativa e pressionando o adversário com muita intensidade. A equipe palmeirense porém, conseguiu segurar o ímpeto inicial rubro-negro e aos poucos foi equilibrando a partida até passar a ser melhor em campo.

Tendo agora maior controle do jogo, o Palmeiras trocava passes no meio-campo, tentando encontrar espaços na defesa do Flamengo, que após a pressão inicial, recuou, jogando com duas linhas de quatro e buscando o contra-ataque para assustar o adversário. Apesar do domínio alvi-verde, o rubro-negro era mais perigoso no contra-golpe.

Sendo mais efetivo no ataque, o time carioca se animou na partida, criando jogadas de perigo pelas pontas, principalmente pelo lado direito, onde o lateral Pará aparecia com maior frequência. No entanto, a partida seguia equilibrada, pois o Palmeiras também se fazia presente no ataque, com destaque para Gabriel Jesus.

Na parte final do primeiro tempo, o volante Márcio Araújo foi expulso ao receber o segundo cartão amarelo e deixou o Flamengo com menos um jogador em campo. Aproveitando da vantagem numérica, o Palmeiras passou a pressionar o rubro-negro, quase abrindo o placar com Gabriel Jesus, na falha de Rever, que o goleiro Muralha fez grande defesa. E apesar da pressão do time paulista, a etapa inicial terminou sem gols. 

Flamengo marca, mas Palmeiras consegue encontrar o empate

Na volta do intervalo, o técnico Cuca mexeu no time e colocou a equipe do Palmeiras para frente, buscando se aproveitar de ter um homem a mais em campo. Com um a menos, o Flamengo voltou praticamente todo recuado, fechando os espaços e tentando sair no contra-ataque.

Crescendo na partida com muita intensidade, a equipe palmeirense tomou o controle do meio-campo e passou a pressionar o adversário, criando boas chances de gol, a melhor delas com Gabriel Jesus finalizando por cima do travessão. Porém, aos 17 minutos, numa falha da zaga do Palmeiras, Everton achou Alan Patrick livre na área, o meia entrou pelo lado direito e bateu sem chances para o goleiro Jaílson.

O gol sofrido fez o Palmeiras ir ainda mais ao ataque, com um time repleto de atacantes em campo, avançando de forma desesperada para conseguir o empate e ficando cada vez mais exposto ao contra-ataque do Flamengo, que teve pelo menos duas chances claras de amplicar o placar. No entanto a pressão palmeirense deu resultado e o empate veio aos 37 minutos, após Gabriel Jesus pegar a sobra, limpar a defesa rubro-negra e bater no canto direito, com a bola tocando na trave antes de entrar.

Nos minutos finais da partida, o time do Palmeiras era todo pressão pra cima do Flamengo, tentando virar o jogo. O rubro-negro todo fechado, tentava segurar o empate, que na atual circunstância de jogo era considerado um bom resultado. E apesar da pressão palmeirense até os acréscimos, o jogo terminou com placar igualado em 1 a 1.